Hora 7 Homem oferece recompensas por coiotes após o gato dele ser comido

Homem oferece recompensas por coiotes após o gato dele ser comido

Hadley Louden mora na Califórnia e foi informado imediatamente que tal medida é ilegal no estado

  • Hora 7 | Filipe Siqueira, do R7

Resumindo a Notícia

  • Um californiano ofereceu uma recompensa para quem matasse coiotes perto de onde mora
  • Tudo porque o gato dele, Moka, foi comido por um coiote e ele viu a cena chocante
  • Mas autoridades ligaram para ele horas depois e avisaram que isso é ilegal
  • Mesmo a contragosto, ele retirou a recompensa
Coiotes estão cada vez mais à vontade em cidades da Califórnia

Coiotes estão cada vez mais à vontade em cidades da Califórnia

Reprodução/Twitter

Um homem foi advertido por autoridades por colocar a cabeça de coiotes à prêmio, após um animal da espécie matar o gato de estimação dele. O caso bizarro foi registrado na Califórnia (EUA) e foi uma mostra de que coiotes andarão por cidades da região.

Hadley Louden e Tracy Richardson, de Berkeley, assistiram na segunda-feira (16) o momento em que um coiote matou o gato deles, Moka, que vivia ao ar livre.

Ainda com o sangue fervendo ante a cena de terror, Hadley anunciou que pagaria R$ 1.345 (US$ 250) para quem trouxesse coiotes mortos num raio de 24 km da casa dele.

"Você está cansado de ver os coiotes ameaçando suas casas, filhos e animais de estimação (...). As mãos do governo parecem amarradas aqui, então estamos adotando uma abordagem antiquada", escreveu ele em uma postagem no app Nextdoor, especializado em comunicações em pequenas vizinhanças.

A postagem viralizou na rede social e um diretor do departamento local de vida selvagem ligou para Hadley logo depois, o informando que é ilegal oferecer recompensas — financeiras ou não — para destruir ou matar animais selvagens na Califórnia.

Patrick Foy, da divisão de segurança do departamento, disse ao site Berkeleyside que o caso "é único", e que nunca ouviu "falar de alguém em um lugar como Berkeley oferecendo uma recompensa" para matar um animal selvagem.

NÃO PERCA: Gato enfrenta coiotes famintos e mostra quem manda no pedaço

Após ser contactado pelas autoridades, Hadley retirou a recompensa, mas disse que ainda está "de coração partido pela morte" de Moka.

Ele ainda afirmou que a recompensa, na verdade, era uma forma de compensar quem matasse um coiote legalmente na região.

"Tecnicamente, não é uma 'recompensa', mas uma compensação por serviços profissionais de captura realizados dentro da lei", disse Hadley.

O site ainda informa que é possível contratar legalmente um caçador licenciado para sacrificar um coiote, mas as leis de Berkeley impedem que armas de fogo sejam disparadas nos limites da cidade.

Avistamentos em alta

O departamento de vida selvagem informou que as mortes de animais domésticos por coiotes diminuíram esse ano, mas continuam em alta.

Segundo especialistas dos Estados Unidos, é bem provável que os coiotes se adaptarão à vida em cidades, de forma que os moradores também precisarão se adaptar.

Na dúvida, chame um burro para ajudar!

LEIA ABAIXO: Filme da Disney? Coiote é flagrado à espera do amigo texugo para caçar

Últimas