Hora 7 Ilha com mais gatos do que pessoas atrai turistas do mundo todo e pode estar com os dias contados

Ilha com mais gatos do que pessoas atrai turistas do mundo todo e pode estar com os dias contados

Aoshima, no Japão, tem cerca de 200 moradores felinos e é alvo de plano de castração implementado pelo governo

Resumindo a Notícia

  • Uma pequena ilha japonesa chama a atenção de turistas pela imensa população de gatos
  • Os felinos são alimentados justamente pelos visitantes que vão até Aoshima
  • Mas a ilha dos gatos está ameaçada por medidas das autoridades
  • O plano do governo inclui castrar os animais para diminuir a população deles
Os gatos tomam conta da ilha japonesa

Os gatos tomam conta da ilha japonesa

Reprodução/YouTube/Vídeo de gato impressionante

Uma ilha no Japão, dominada por cerca de 200 gatos, há alguns chama a atenção de turistas de todos os lugares do mundo. Com uma população de maioria felina, o lugar se tornou um atrativo para os amantes do animal.

Aoshima é uma pequena ilha japonesa, com apenas 1,7 km, e já foi bastante povoada pelos humanos após a Segunda Guerra Mundial. Os residentes, a maioria agricultores e pescadores, levavam uma pacífica vida após o conflito.

Os humanos são minoria na ilha japonesa

Os humanos são minoria na ilha japonesa

Reprodução/YouTube/Vídeo de gato impressionante

A presença humana na ilha começou a se tornar escassa com uma crise na pesca, causada pela falta das sardinhas. Consequentemente, muitos voltaram para cidades próximas em busca de empregos.

Conforme o local foi sendo "abandonado" pelos humanos, a população de felinos aumentou — seja por gatos deixados por quem foi embora ou também pela morte dos donos por velhice.

Em 2019, apenas seis pessoas consideravam a ilha oficialmente como local de residência. Esses números tornaram Aoshima ainda mais famosa, e destino turístico oficial do país.

Os animais locais são dóceis e parecem estar sempre prontos para receberem carinho e, claro, comida. Com a chegada de turistas, os felinos conseguem receber toda a comida que precisam para sobreviver.

Os felinos são alimentados pelos turistas

Os felinos são alimentados pelos turistas

Reprodução/YouTube/Vídeo de gato impressionante

Apesar da pequena população humana, os visitantes são aconselhados a trazer a própira comida e respeitar o espaço, já que a ilha ainda é um local residencial. Os gatos também vivem livres pela ilha, sem qualquer preocupação com predadores. Não é por acaso que é considerada um paraíso felino!

O diferencial do local pode não permanecer por muito tempo: em 2018, as autoridades resolveram implementar um plano para reduzir o crescimento da populção de 200 felinos — a ideia proposta é castrar os animais para impedir a sua reprodução.

Outro aspecto que coloca a Ilha dos gatos em risco é a própria população humana em declínio. Caso a ilha fique sem residentes, o transporte de balsas até lá seria extinguido, por ser mantido apenas para os moradores.

Sem as balsas, a chegada de turistas se torna muito mais difícil, o que diminuirá também a comida recebida pelos gatos.

VEJA TAMBÉM: Hora da soneca! Gatos mostram que todo lugar e qualquer posição são perfeitos para tirar um cochilo

Últimas