Hora 7 Influenciadora 'Angelina Jolie zumbi' é condenada a 10 anos de prisão

Influenciadora 'Angelina Jolie zumbi' é condenada a 10 anos de prisão

Fatemeh Khishvand tem apenas 19 anos, está presa há mais de um ano e foi acusada de 'corrupção pública'

  • Hora 7 | Filipe Siqueira, do R7

Jovem tinha quase 500 mil seguidores no Instagram e foi presa com três outros famosos

Jovem tinha quase 500 mil seguidores no Instagram e foi presa com três outros famosos

Reprodução/Vídeo/TVPLUSS

A influencer iraniana conhecida como "Angelina Jolie zumbi" foi condenada a 10 anos de prisão, por "promover corrupção moral". Segundo o Daily Mail, o anúncio foi feito pela advogado dela. A condenação encerra uma longa saga que envolveu prisão preventiva, transmissão de covid-19 na cadeia e até uma entrevista.

Fatemeh Khishvand tem 19 anos, é de Teerã, além de estrela do Instagram, com quase 500.000 seguidores. Na rede social, ela se especializou em fotos modificadas com um rosto extremamente magro, que lembra bastante a estrela americana Angelina Jolie ou a personagem Noiva-Cadáver.

Ela lamentou a condenação, dizendo que foi "presa por uma piada". A prisão ocorreu em outubro de 2019, junto com três outros influenciadores do país. A detenção fez parte de uma campanha do governo do país para prender estrelas online, acusadas de praticarem "crime contra a cultura" do país.

O Instagram é a única grande rede social internacional permitida no país — Facebook, Twitter e Telegram foram banidos anteriormente.

Trajetória misteriosa

A fama de Fatemeh se iniciou em 2017, com boatos de que tinha feito mais de 50 cirurgias para ter um rosto magérrimo e parecido com Angelina Jolie.

Mais tarde, com centenas de milhares de seguidores, ela revelou que as fotos eram fruto de maquiagem e manipulação digital. Em julho de 2018, ela mostrou o rosto pela primeira vez e chocou os seguidores.

Inicialmente, acreditava-se que sua pena chegaria a no máximo dois anos, mas mudanças nas acusações elevaram sua condenação.

Angelina Jolie zumbi é presa por 'crime cultural e corrupção moral'

Últimas