Hora 7 Jovem morre após ser picado por animal mais venenoso do mundo

Jovem morre após ser picado por animal mais venenoso do mundo

Cubomedusa, também conhecida como vespa-do-mar, atacou adolescente de 17 anos em praia de Queensland, na Austrália

  • Hora 7 | David Plassa, do R7

Resumindo a Notícia
  • Adolescente de 17 anos morreu em hospital, uma semana após ser picado por vespa-do-mar.

  • O jovem foi atacado enquanto nadava em praia de Queensland, na Austrália.

  • Em 15 anos, essa é a primeira morte causada por picada de cubomedusa no país.

  • Animal é considerada por especialistas o mais venenoso do planeta.

Cubomedusa, a vespa-do-mar

Cubomedusa, a vespa-do-mar

Reprodução/CCBY/Guido Gautsch — 26/8/2007

Um adolescente de 17 anos morreu em um hospital de Townsville, na Austrália, uma semana após ter sido picado por uma vespa-do-mar (Chironex fleckeri), considerada por especialistas o animal mais venenoso do mundo.

De acordo com a rede de televisão ABC, o rapaz nadava em uma praia de Queensland, quando foi atacado. Essa é a primeira morte causada pela picada dessa espécie de cubomedusa registrada no país nos últimos 15 anos.

Em entrevista ao canal, a bióloga marinha Lisa-Ann Gerswhin explicou que a letalidade da vespa-do-mar está ligada ao efeito da picada que desfere: "É o único animal no mundo que mata fazendo o coração travar em um estado contraído."

A especialista também revela que as vítimas desse tipo de incidente são "esmagadoramente" pessoas que vivem em comunidades remotas, sem acesso a informações sobre o perigo encontrado nos tentáculos desses animais. "Ninguém precisa morrer de uma picada de medusa, sabemos como evitar", defendeu.

Eddie Newman, ex-prefeito do Conselho Regional da área onde foi registrada a fatalidade, disse que há muitos sinais de alerta sobre a presença de vespas-do-mar: "É do nosso conhecimento que elas saem dos rios para a costa", declarou.

Vale o clique: Tubarão com aspecto de Zé Gotinha atrai multidão na Indonésia

Ainda assim, as autoridades locais espalharam mais placas de aviso pela comunidade, reforçando a informação para banhistas não entrarem na água durante a temporada desses animais na região.

Essa foi a 79ª morte por picada de cubomedusa na Áustralia desde o ano 1800, quando o país passou a registrar fatalidades do tipo.

Já outro adolescente foi atacado e morto por uma píton com 7 m de comprimento. Confira abaixo!

Últimas