Hora 7 Legalização da maconha em estado dos EUA aposentará 13 cães

Legalização da maconha em estado dos EUA aposentará 13 cães

A partir de 1º de julho, a erva será legalizada na Virgínia e os chamados K9 especialistas nela serão substituídos

  • Hora 7 | Filipe Siqueira, do R7

Vamos ser sinceros: cães nem deveriam trabalhar!

Vamos ser sinceros: cães nem deveriam trabalhar!

Reprodução/Vídeo/NBC-WCYB

Ao menos 13 cães especialistas em farejar maconha irão se aposentar ou servir em outros departamentos na Virgínia (EUA), após a legislação local legalizar a erva, no início de abril.

Apesar da preparação prévia das polícias de vários condados do estado, ainda há dúvida do destino de alguns dos animais, chamados K9, quando a lei entrar em vigor em 1º de julho.

Dependendo da idade deles, é impossível ensinar uma nova carreira na força policial.

Segundo John Gillenwater, xerife-adjunto do condado de Scott, é impossível treinar os cães para farejarem outras drogas ainda ilegais, o que dificulta o remanejamento dos animais.

Também é difícil destreiná-lo para não fazer buscas pelo cheiro da substância, o que também impede de usá-los em patrulhas.

"Uma vez que o odor é associado a alguma recompensa ou comida, será muito difícil para eles desaprendê-lo. É mais fácil para eles aposentarem os K9s de propósito único ", afirmou Ari Morin, segundo-tenente da polícia do condado de Fairfax, em entrevista a FOX 5.

LEIA TAMBÉM: Moda bizarra da web: jovem come carne podre para ficar drogado

Como cães do tipo totalmente treinados e certificados custam entre R$ 37.300 (US$ 7.000) e R$ 58.650 (US$ 11.000), é necessário planejamento para evitar gastos desnecessários.

Uma possibilidade levantada é doar (ou trocar) parte dos cães para o estado vizinho, o Tennessee, onde a posse da maconha ainda é ilegal.

No entanto, cães que farejam outras drogas (como metanfetamina e cocaína) ainda continuarão na ativa.

O que está acontecendo na Virgínia aconteceu em 2018 com cães do tipo do Canadá. Leia abaixo!

Últimas