Hora 7 Militar condena maconha: 'Fumei nos EUA e acordei no Quênia'

Militar condena maconha: 'Fumei nos EUA e acordei no Quênia'

Greg Kelly é personalidade da TV, fuzileiro naval da reserva e publicou no Twitter a experiência bizarra com a droga

  • Hora 7 | Filipe Siqueira, do R7

Resumindo a Notícia

  • Um militar veterano dos EUA contou uma estranha experiência com maconha
  • Segundo Greg Kelly, ele fumou a droga no Kentucky e acordou no Quênia, na costa africana
  • Foram quatro dias de apagão, sem saber exatamente o que aconteceu
  • Site especializado em assuntos militares suspeitou do relato do veterano
Este cidadão dos EUA ficou quatro dias sem saber onde estava!

Este cidadão dos EUA ficou quatro dias sem saber onde estava!

Reprodução/Instagram/@gregkellyusa

Mesmo que a Câmara dos Representantes dos Estados Unidos tenha aprovado um projeto para descriminalizar a maconha no país no final de 2020, nem todos os norte-americanos têm boas histórias a contar sobre a erva.

Um deles é Greg Kelly, um fuzileiro naval reformado que se tornou uma personalidade de TV, com programas na Fox e atualmente na rede conservadora Newsmax.

No Twitter, o veterano foi sucinto sobre a experiência de fumar maconha. Ele afirma que "brincou" com a erva no Kentucky (EUA) e só foi voltar a si em Nairóbi, capital do Quênia (na costa leste africana), quatro dias depois.

"Não faço ideia do que aconteceu. Não use drogas", completa ele na publicação.

Como era de se esperar, o relato virou motivo de piada na rede social e na imprensa dos Estados Unidos.

O site Military Times, especializado em notícias militares, suspeita que a maconha de Kelly tenha sido misturada com fenciclidina, uma droga anestésica que pode causar efeitos neurológicos muito mais potentes que a maconha.

Ou que ele tenha confundido tudo, uma vez que os nomes "Kentucky" e "Kenya" (a grafia de Quênia, em inglês) possuem similaridades suficientes para confundir alguém chapado.

LEIA TAMBÉM: Bateu legal! Ratinho desmaia depois de comer maconha direto do pé

Últimas