Hora 7 Mistério sinistro: mulher encontra manchas de sangue em abajur que comprou em brechó

Mistério sinistro: mulher encontra manchas de sangue em abajur que comprou em brechó

A americana Paige Nicole postou a descoberta no TikTok e investigou a fundo a possível origem da substância

  • Hora 7 | Filipe Siqueira, do R7

Resumindo a Notícia

  • Uma tiktoker publicou como encontrou sangue em um abajur comprado em um brechó
  • Ela publicou uma série de vídeos assustadores sobre a descoberta
  • Paige Nicole até foi a uma delegacia para tentar saber a origem do sangue...
  • ... mas acabou em um beco sem saída
Ela só queria iluminar o quarto, mas foi jogada em um mistério macabro

Ela só queria iluminar o quarto, mas foi jogada em um mistério macabro

Reprodução/TikTok/@yagirlpaigenicole

Imagine comprar um item comum em um brechó e dar de cara com o que parece um mistério literário? Foi o que viveu a americana Paige Nicole, de 25 anos, que comprou um abajur e descobriu marcas de sangue nele.

Paige mora no Texas e revelou no TikTok os detalhes do achado assustador, em um bazar beneficente em Dallas. No vídeo, ela diz que a peça chamou a atenção por ter uma base de latão "muito bonita".

Mas, quando chegou em casa e ligou a luz para testar o aparelho, ela deu de cara com manchas vermelhas que parecem muito com sangue.

"Fiquei horrorizada, chocada, surpresa e alarmada. Foi surreal", disse ela na publicação, que alcançou mais de 7,3 milhões de visualizações.

Ela conta que até pensou que poderia ser outra coisa, mas a ideia de parecer sangue foi a que permaneceu na mente dela.

"Minha mente imediatamente achou que era sangue, depois comida, depois vinho — mas continuou voltando ao sangue", completou Paige.

Como todo tiktoker é também um investigador, ela resolveu dar um passo extra: fazer um teste para tentar ter mais certeza de que substância era aquela. Primeiro com luz negra, que mostrou com mais detalhes as manchas de sangue.

Com um cotonete, ela passou peróxido de hidrogênio (mais conhecido como água oxigenada) na área manchada. Quando as duas substâncias se misturam, é natural que o sangue borbulhe — como qualquer um que já se machucou sabe.

@yagirlpaigenicole Update Pt. 1. definitely want to know what you guys think.. #crimetok #thrifted #thrifting #thrift #creepy ♬ original sound - Paige Nicole

Segundo Paige, foi exatamente isso que aconteceu. "Isso não é bom, isso não é bom", afirma ela em um segundo vídeo sobre o caso.

Em entrevista ao tabloide Daily Mail, Paige disse que conversou com um membro da família dela que "trabalha com as forças da lei há 20 anos" e pediu conselhos a ele.

O tal agente da lei disse que a substância poderia ser sangue, com base nas imagens e no teste de água oxigenada. A teoria dele foi que o antigo dono poderia ter cometido suicídio.

DNA contaminado

O próximo passo de Paige foi visitar uma delegacia de polícia local. Mas os policiais se recusaram a iniciar um caso, uma vez que a prova já estava contaminada com o DNA das diversas pessoas que tocaram no abajur. O que poderia ser feito seria a coleta do DNA do sangue e sua inclusão em um registro da polícia.

Como último passo, Paige entrou em contato com o brechó para tentar descobrir quem doou o aparelho. Mas a instituição disse que a peça foi doada anonimamente, de forma que era "impossível rastrear" um antigo dono.

"Não há realmente uma maneira de obter mais informações sobre isso, então acho que depende da imaginação de todos neste momento", concluiu a investigação dela.

LEIA ABAIXO: Homem descobre que sangue fétido na parede era de vizinho morto

Últimas