Reino Unido

Hora 7 Mistério total: milhares de pombos desapareceram durante corridas

Mistério total: milhares de pombos desapareceram durante corridas

"Este é o maior desastre da história da columbofilia", disse um dos criadores de pombos-correios ingleses, que perdeu ave

  • Hora 7 | Filipe Siqueira, do R7

Resumindo a Notícia
  • Cerca de 250.000 pombos foram soltos no Reino Unido em 19 de junho

  • Os animais participavam de corridas, mas apenas 10% deles chegou ao destino

  • O acidente devastador é considerado "o pior da história do esporte" por criadores

  • Alguns dos animais foram localizados em países distantes, como Holanda e Espanha

Mistério foi comparado ao Triângulo das Bermudas

Mistério foi comparado ao Triângulo das Bermudas

Reuters/Yves Herman - 12.11.2020

Cerca de 250.000 pombos foram soltos no sábado, 19 de junho, como participantes de 50 corridas de aves em todo Reino Unido. Mas apenas 10% delas chegou ao destino no tempo esperado e várias ainda estão totalmente desaparecidas, num mistério que a mídia inglesa compara ao "Triângulo das Bermudas".

Alguns apareceram em locais muito distantes, como Holanda e sul da Espanha. O sumiço massivo das aves levou alguns criadores a dizer que "esse é o pior acidente da história do esporte".

Segundo o tabloide Metro, tudo começou com a corrida de Peterborough, no nordeste do país. Das 9.000 aves participantes, metade nunca mais foi vista.

O mesmo ocorreu em outra corrida no País de Gales e aí os casos começaram a acumular.  Os columbófilos — os criadores de pombos-correio para competições — estão arrasados, uma vez que encontrar bons pombos e criá-los não é uma atividade barata.

"Dos 1.400 que saíram [de outra corida, em Swansea], apenas cerca de 200 a 300 conseguiram chegar em casa. E quando olhamos nas redes sociais mais tarde, vimos que muitas outras federações em todo o Reino Unido haviam passado por algo semelhante", afirmou Dene, um experiente dono de pombo, ao tabloide.

Alguns teorizaram que algo diferente no clima, como uma tempestade, pode ter sido responsável pelo desaparecimentio massivo, mas as associações locais de columbofilia descartaram a hipótese.

Várias delas emitiram comunicados garantindo que o clima estava tranquilo no dia 19, sem sinais de tempestades, ventanias ou raios.

Alguns donos apostam em uma possível atividade solar, que interfere no campo magnético da Terra, usado pelos pombos-correios para se orientar durante o voo.

VALE SEU CLIQUE: Estranho no ninho! Pomba choca ovos de caramelo em mercado

Outra possibilidade é uma série de mini-tornados, que bagunçou o voo das aves, mas institutos de controle climático disseram não ter registrado nenhuma ocorrência estranha na região.

Enquanto isso, o mistério e o trauma permanecem para vários columbófilos do país.

LEIA ABAIXO: Chinês misterioso compra pomba campeã por quase R$ 10 milhões

Últimas