Hora 7 Monólito surge no Congo e acaba queimado pela população

Monólito surge no Congo e acaba queimado pela população

Estrutura metálica com 3,6 m de altura foi registrada em Kinshasa e é a mais recente de uma série de aparições misteriosas

  • Hora 7 | David Plassa, do R7, com Reuters

Resumindo a Notícia
  • O mais recente monólito surgiu em Kinshasa, capital da República Democrática do Congo.

  • A estrutura metálica tinha cerca de 3,6 m de altura e foi erguida em uma rotatória local.

  • Após alguns dias atraindo multidões de curiosos, o monólito acabou depredado e incendiado.

  • As autoridades afastam a possibilidade de participação alienígena no surgimento da coluna.

Monólito misterioso que surgiu em Kinshasa foi incendiado pela população local

Monólito misterioso que surgiu em Kinshasa foi incendiado pela população local

Reprodução/YouTube/Coeur Qui Donne TV

A mais recente aparição de um monólito misterioso terminou em depredação e incêndio. A estrutura metálica, com cerca de 3,6 m de altura, surgiu em um bairro de Kinshasa, capital da República Democrática do Congo, na manhã do último domingo (14).

"Acordamos e vimos uma forma geométrica metálica”, disse o morador Serge Ifulu, em entrevista à agência de notícias Reuters. “Ficamos surpresos porque é um forma que costumamos ver em documentários."

Desde então, o objeto passou a atrair multidões de curiosos atrás de selfies e outros tipos de registros. Muitos se monstravam incomodados com as possíveis origens da coisa. Até que na quarta-feira (17), a população começou a vandalizar o monólito e a atirar gravetos contra ele, usados posteriormente para atear fogo na estrutura.

Reprodução/YouTube/Coeur Qui Donne TV

As autoridades locais ainda não divulgaram nenhuma versão oficial para explicar o surgimento do monólito. No entanto, a possibilidade de participação alienígena no caso está descartartada. Um dia antes da aparição, residentes afirmam ter visto pessoas não identificadas cavando um buraco na rotatória onde a estrutura foi erguida.

Vale o clique: Robô que prometeu destruir humanos será produzido em massa

Apesar do alvoroço, o prefeito de Kinshasa, Thierry Gaibene, se mostrou entusiasmado com o fenômeno: "Isso é cultural, é extraordinário", declarou.

Onda monolítica

O primeiro registro do fenômeno monolítico veio à tona no deserto de Utah, nos EUA, em 18 de novembro. Após essa primeira aparição, estruturas metálicas semelhantes também foram descobertas na Romênia, Califórnia (EUA), Inglaterra, Holanda, Colômbia, Austrália e Canadá.

Em meio a diversas teorias e discussões nas redes, o coletivo mencionado acima reivindicou a autoria do primeiro monólito viral, justamente aquele que foi descoberto em Utah.

Em entrevistas ao site Mashable, Matty Mo, fundador do coletivo, explicou que essa foi "a melhor maneira de terminar um ano tão maluco."

Leia mais! Tomografia em múmia revela que faraó foi morto com machadadas

"Deixar todo mundo pensar por um momento que alienígenas fizeram contato conosco, apenas para ficar desapontado em seguida, ao ver que é só The Most Famous Artist com novos truques", pontuou.

Um designer britânico também chegou a assumir a criação de um monólito, descoberto na Ilha de Wight, na Inglaterra. Ainda assim, os autores das intervenções feitas nas demais localidades ainda não se manifestaram e mais colunas metálicas continuam a aparecer, sem conexão aparente.

Olha o monólito! Memes com as estruturas também invadiram a web. Confira abaixo:

Últimas