Hora 7 Morador encontra 101 bombas da 2ª Guerra Mundial ao cavar fossa

Morador encontra 101 bombas da 2ª Guerra Mundial ao cavar fossa

Projéteis altamente explosivos eram usados por tropas dos EUA e foram encontrados em Honiara, capital das Ilhas Salomão

  • Hora 7 | David Plassa, do R7

Resumindo a Notícia
  • Um morador de Honiara, capital das Ilhas Salomão, cavava um buraco para uma fossa.

  • Momento em que descobriu acidentalmente 101 bombas da Segunda Guerra Mundial.

  • Felizmente, os projéteis foram removidos em segurança pelas autoridades locais.

  • A região, localizada no Oceano Pacífico, foi palco de diversas batalhas entre Japão e EUA.

Bombas da 2ª Guerra Mundial foram desenterradas em Honiara, capital das Ilhas Salomão

Bombas da 2ª Guerra Mundial foram desenterradas em Honiara, capital das Ilhas Salomão

Reprodução/Twitter/Lachie Strahan

Um morador de Honiara, capital das Ilhas Salomão, cavava um buraco para uma fossa, quando descobriu acidentalmente o local onde 101 bombas da Segunda Guerra Mundial estavam soterradas. Felizmente, o homem não pensou duas vezes e acionou as autoridades locais.

De acordo com tuíte de Lachlan Strahan, Alto Comissário da Austrália na região, a munição altamente explosiva foi removida por policiais, com a ajuda de um especialista na área.

O noticiário neozelandês 1 News, do canal TVNZ, informou que os projéteis de 105 mm eram amplamente utilizados pela artilharia das tropas dos EUA, durante as ações militares no Pacífico.

As Ilhas Salomão, por exemplo, serviram de palco para uma série de batalhas ferozes entre norte-americanos e japoneses durante o conflito mundial.

Na semana passada, uma bomba semelhante detonou sob o fogão de uma cozinha em Honiara e deixou duas pessoas mortas, além de outras duas feridas.

Vale o clique: Tubarão quase atropela garotinha: 'Minha alma deixou meu corpo'

A tragédia gerou apelos para que o governo aumente os esforços em localizar e eliminar bombas, projéteis, granadas e minas não detonadas da Segunda Guerra Mundial.

A remoção das 101 bombas foi realizada no período de dois dias. A equipe que esteve no local também examinou todo o perímetro, sem que qualquer outra munição fosse localizada.

Clifford Tunuki, oficial responsável pela operação, pediu aos habitantes de Honiara que acionem imediatamente a polícia, caso se deparem com esse tipo de ocorrência.

Por falar em bomba, um turista tentou embarcar em um avião com um projétil da Segunda Guerra Mundial. Entenda abaixo!

Últimas