Hora 7 Mulher se debate durante o próprio funeral, é levada ao hospital e morre 'de novo'

Mulher se debate durante o próprio funeral, é levada ao hospital e morre 'de novo'

A peruana Rosa Isabel foi declarada morta após um acidente automobilístico e causou alvoroço durante enterro

  • Hora 7 | Do R7

Resumindo a Notícia

  • Uma mulher quase foi enterrada viva no Peru, após ser declarada morta
  • Rosa Isabel foi vítima de um acidente de trânsito e se debateu no caixão
  • Após revelar que estava viva, foi levada ao hospital, onde faleceu em definitivo
  • A causa da morte foi baixa saturação de oxigênio no sangue, segundo a mídia peruana
Rosa foi levada a um hospital após bater no caixão, pouco antes de ser enterrada

Rosa foi levada a um hospital após bater no caixão, pouco antes de ser enterrada

Reprodução/YouTube/Buenos Días Perú

Um funeral no Peru se tornou um completo alvoroço após alguns presentes ouvirem batidas vindas diretamente do caixão. Era Rosa Isabel Cespedes Callaca, que fora dada como morta e, por pouco, não foi enterrada viva.

O evento dramático ocorreu em 26 de abril, em Lambayeque. Rosa fora vítima de um grave acidente automobilístico, que matou o cunhado dela e deixou três sobrinhos em estado grave.

Mas Rosa ainda estava viva, e começou a se debater enquanto os parentes carregavam o caixão para o funeral. Eles levantaram a tampa logo depois e perceberam que Rosa estava consciente lá dentro.

Rosa foi levada a um hospital, ainda dentro do caixão. Lá, foi mantida viva por algumas horas, antes de morrer em definitivo, para tristeza ainda maior dos parentes.

Após as duas despedidas trágicas, a família exige uma investigação policial, para apurar os motivos de ela ter sido declarada morta pela primeira vez.

Segundo o programa Buenos Días Perú, continuar o tratamento no hospital poderia ter salvado a vida de Rosa, uma vez que a causa da morte foi baixíssima saturação de oxigênio no sangue — algo que pode ser controlado por equipamentos hospitalares.

"Queremos saber por que minha sobrinha se mexeu ontem, quando a levamos para ser enterrada", disse uma tia de Rosa, que não teve o nome revelado, ao programa de TV.

LEIA ABAIXO: Mulher aluga caixão, ensaia funeral no quintal e ouve choro de amigos

Últimas