Hora 7 Paciente fica cego após médicos removerem o olho errado durante cirurgia

Paciente fica cego após médicos removerem o olho errado durante cirurgia

Hospital na Eslováquia disse que o caso é 'único' e que está dando todo o suporte à vítima do engano

  • Hora 7 | Do R7

Resumindo a Notícia

  • Médicos removeram o olho errado de um paciente durante uma cirurgia
  • Como consequência, a vítima ficou cega após o procedimento
  • A direção do hospital na Eslováquia afirmou que está dando suporte ao paciente
  • Advogado disse que a vítima tem direito a uma indenização de 'centenas de milhares de euros'
O paciente teve o olho saudável removido e ficou cego

O paciente teve o olho saudável removido e ficou cego

Pixabay

Um paciente teve um olho saudável removido e ficou totalmente cego após médicos se enganarem durante um procedimento cirúrgico. O erro grosseiro foi cometido em um hospital da Eslováquia, no fim de junho, que reconheceu a falha e pediu desculpas pelo ocorrido.

"Somos muito sensíveis a este trágico evento", disse Eva Kliska, porta-voz do Hospital Ružinov, onde o olho errado foi extraído. Como o caso ainda está sob investigação de autoridades policiais e de saúde, detalhes foram mantidos em sigilo.

O paciente, não identificado, se consultou no hospital e o médico lhe recomendou um procedimento cirúrgico para remover um olho, com um problema que não foi revelado.

Desatentos e sem ler o prontuário corretamente, os cirurgiões retiraram o olho saudável em vez do doente.

Segundo a agência de notícias TASR, o hospital afirmou que o erro "era único" e estava "ajudando o paciente a lidar com o trauma". Como medida adcional, o médico apontado como responsável pelo erro grosseiro deixou de trabalhar diretamente com pacientes.

Peter Kováč, advogado de direito penal e legista, afirmou à agência que a vítima do erro médico tem direito a uma indenização que pode chegar "a dezenas de milhares de euros".

LEIA ABAIXO: Homem vai ao karaokê com amigos e acorda no hospital sem o pênis

Últimas