Hora 7 Pedra descoberta por arqueólogo amador revela xingamento de 1.700 anos

Pedra descoberta por arqueólogo amador revela xingamento de 1.700 anos

Insulto a soldado romano veio à tona em Vindolanda, um antigo forte romano, na região Norte de Inglaterra

  • Hora 7 | Do R7

Resumindo a Notícia

  • Uma pedra descoberta na Inglaterra revela uma ofensa milenar a um soldado romano.
  • Ela veio à tona pelas mãos de um voluntário que trabalha no sítio arqueológico local.
  • Ele disse ter ficado 'absolutamente encantado' com o artefato.
  • Ao contrário da vítima do xingamento, séculos atrás.
Pedra milenar descoberta na Inglaterra revela xingamento a soldado romano

Pedra milenar descoberta na Inglaterra revela xingamento a soldado romano

Reprodução/Vindolanda Charitable Trust (via Daily Mail)

Uma pedra descoberta por um arqueólogo amador no norte da Inglaterra revela uma ofensa de aproximadamente 1.700 anos a um soldado romano. O insulto histórico diz o seguinte: "SECVNDINVS CACOR", que em bom português quer dizer "Secundinus, filho da p***".

"Seu autor claramente tinha um grande problema com Secundinus e estava confiante o suficiente para anunciar seus pensamentos publicamente em uma pedra", analisou Andrew Birley, CEO da organização que administra o sítio arqueológico onde o artefato foi encontrado, conforme reportado pelo tabloide Daily Mail.

O xingamento milenar estava cravado nos escombros de uma trincheira de Vindolanda, antigo forte romano construído na região, que integra o Patrimônio Mundial da Muralha de Adriano.

Vale o clique! Camelos e tornados: fotos insanas mostram o tamanho real das coisas

A pedra, que também mostra um pênis ao lado da ofensa, veio à tona pelas mãos de Dylan Herbert, bioquímico aposentado e voluntário no sítio arqueológico. "Essa pedra estava atrapalhando meu caminho, fiquei feliz quando me disseram que poderia tirá-la da trincheira", contou Herbert.

"Na parte de trás, parecia com todas as outras, uma pedra muito comum, mas quando a virei, fiquei surpreso ao ver algumas letras claras", detalhou. "Só depois que removemos a lama é que percebi toda a extensão do que havia descoberto e fiquei absolutamente encantado."

Ao contrário de Secundinus, que não deve ter achado a menor graça nas inscrições.

Já os exploradores a seguir encontram uma misteriosa casa em formato de sapato no meio de uma floresta. Confira!

Últimas