Hora 7 Petição exige readmissão de gari que 'decapitou' boneco de neve

Petição exige readmissão de gari que 'decapitou' boneco de neve

Cerca de 10.000 pessoas já assinaram o pedido para que o conselho local inglês reveja a dispensa do trabalhador

  • Hora 7 | Filipe Siqueira, do R7

Resumindo a Notícia

  • Um gari inglês foi demitido após ser flagrado chutando a cabeça de um boneco de neve
  • Uma petição pede agora que o emprego dele seja devolvido
  • O gari tem apenas 19 anos e será pai, além de possui uma lógica impecável
  • Segundo ele, o boneco ia derreter de qualquer maneira!
Golpe bem acertado arrancou a cabeça do boneco

Golpe bem acertado arrancou a cabeça do boneco

Reprodução/YouTube/SWNS

Cerca de 10.000 pessoas já assinaram uma petição online que exige que devolvam o emprego de um gari inglês que chutou o boneco de neve feito por uma criança de três anos.

Callum Woodhouse, 19 anos, foi demitido após ser flagrado por uma câmera de segurança dando um belo golpe de kung fu que decapitou o boneco.

O tom de revolta contra o Conselho de Herefordshire, região no oeste da Inglaterra, é bem claro:

"Um lixeiro de Hereford chutou um boneco de neve que já estava derretendo e depois que o vídeo do ato se tornou viral ele foi demitido."

O boneco ia derreter de qualquer jeito

Callum Woodhouse, o gari demitido

"Sério!? O cara trabalhou durante toda a pandemia, arriscando o próprio bem-estar e é isso que ganha?!", afirma o texto da petição, registrada no site Change.org.

"Ridículo"

A filmagem do golpe dado no boneco foi divulgada no início da semana passada, pela mídia local.

Na sexta-feira (29), já demitido, Callum resolveu falar ao tabloide The Sun e afirmou que a demissão dele era "ridícula", já que o "boneco derreteria de qualquer jeito" — uma lógica impecável, vamos admitir.

"O boneco de neve estava no caminho para colocar devolver a lixeira, inclusive", completou ele na entrevista.

"Pedi desculpas à família. Mandei uma mensagem para eles no dia em que o problema explodiu [nas redes sociais], mas eles me bloquearam", revelou Callum, que está prestes a ser pai e está desempregado em meio à uma pandemia.

LEIA ABAIXO: Cabeças de gelo! Policiais russos apagam incêndio com bolas de neve

Últimas