Hora 7 Policiais deixam jovem algemada em viatura e trem passa por cima

Policiais deixam jovem algemada em viatura e trem passa por cima

Acidente ocorreu em linha férrea que atravessa a cidade de Fort Lupton, no Colorado (EUA). Caso permanece sob investigação

Resumindo a Notícia

  • Uma jovem acabou detida nos EUA, durante investigação sobre confronto com arma de fogo.
  • Ela foi algemada e encaminhada para uma viatura estacionada sobre uma linha férrea.
  • O veículo acabou atingido em cheio por um trem que passava pelo local.
  • A suspeita acabou gravemente ferida e o caso está sob investigação das autoridades.
Trem arrastou viatura com jovem algemada dentro, em Fort Lupton, no Colorado (EUA)

Trem arrastou viatura com jovem algemada dentro, em Fort Lupton, no Colorado (EUA)

Montagem/R7, com Departamento de Polícia de Fort Lupton (via Facebook/Law & Crime)

A jovem Yareni Rios-Gonzalez, 20, acabou detida por uma dupla de policiais, durante investigação sobre um confronto com arma de fogo, nos arredores de uma rodovia em Fort Lupton, no Colorado (EUA). Ela foi algemada e encaminhada para a viatura, estacionada sobre uma linha férrea.

No entanto, a agente que verificava o carro de Yareni notou a chegada de um trem e alertou o colega a "ficar para trás". Enquanto ele se afastava, o coletivo atingiu em cheio a carro-patrulha com a suspeita dentro. Assista abaixo:

Após a colisão, o oficial pergunta à companheira se a jovem detida estava dentro da viatura e ela responde: "Oh, meu Deus, sim, ela estava!"

Conforme reportado pelo canal KDVR, as autoridades informaram que Yareni ficou gravemente ferida após o acidente. No entanto, permanece hospitalizada e não corre risco de perder a vida.

O caso está sob investigação do Departamento de Polícia de Fort Lupton, da Patrulha Estadual e do Departamento de Investigação do Colorado.

Vale o clique: Sortudo ganha R$ 16 milhões na loteria 3 anos após o irmão dele receber prêmio de R$ 5 milhões

Em entrevista ao canal KUSA, o xerife do estado da Califórnia, Ed Obayashi, questionou o motivo da viatura não ter sido retirada de sobre os trilhos. "Essa vai ser a maior questão", pontuou.

Enquanto a pergunta não é respondida, o chefe de polícia de Platteville — cidade para qual os agentes envolvidos na ocorrência respondem —, informou que o policial responsável pelo veículo está sob licença remunerada, até a conclusão das investigações.

Paul Wilkinson, advogado de Yareni, disse ao jornal Denver Post, que a vítima do acidente tentou "chamar a atenção dos policiais, gritando com eles". Ela também teria tentado destrancar a porta. Mas, com as mão algemadas nas costas, não obteve sucesso.

"Acho que você nunca estaciona em um trilho de trem", reforçou Wilkinson, "é inacreditável que eles [policiais] tenham feito algo assim."

A seguir, confira a rotina das mulheres que controlam os trens da Ucrânia:

Últimas