Hora 7 Porco-espinho resiste bravamente a 90 minutos de ataques de leopardo

Porco-espinho resiste bravamente a 90 minutos de ataques de leopardo

Felino foi insistente e golpeou a potencial presa sem parar, mas acabou apenas com as patas furadas e sangrando

  • Hora 7 | Filipe Siqueira, do R7

Resumindo a Notícia

  • Uma luta entre um leopardo e um porco-espinho terminou em empate, na África do Sul
  • O felino golpeou o roedor por 90 minutos, mas não conseguiu furar o bloqueio de espinhos
  • Ao fim, o leopardo terminou com as patas furadas e sangrando
  • Com o duelo terminado, os dois voltaram juntos para a selva
Uma luta de 90 minutos que terminou em empate

Uma luta de 90 minutos que terminou em empate

Reprodução/YouTube/Caters Clips

Um leopardo até tentou, mas percebeu que é melhor não mexer com um porco-espinho. Em um vídeo registrado no famoso Parque Nacional Kruger, na África do Sul, é possível ver que o felino só se convenceu quando ficou machucado após dar várias patadas nos espinhos do roedor.

O flagrante mostra que a decisão de atacar foi instintitva. O leopardo viu o porco-espinho e partiu pra caça, sem pensar muito.

Foram diversos arremates do predador, na esperança de furar o bloqueio espinhoso da potencial presa.

Mesmo após se furar e precisar de uma pausa para retirar espinhos da pata, o leopardo continuou a insistir no ataque, em busca de pontos fracos.

O roedor, por sua vez, tentava assustar o adversário, chacoalhando a superfície espinhenta do corpo.

Após vários minutos de tentativas e com a pata sangrando, o leopardo lambeu as feridas e simplesmente desistiu.

Como a natureza gosta de nos proporcionar finais surpreendentes, os dois animais ainda entraram juntos em uma vegetação próxima, como quase amigos.

A cena foi flagrada pela fotografa Mariette Landman, que estava de férias no parque.

"Isso era algo que eu nunca tinha visto antes. Foi definitivamente uma experiência única na vida", descreveu ela à agência Caters News.

Apesar do vídeo curto, a luta foi bem mais extensa e durou cerca de 90 minutos, segundo ela. Um espetáculo completo da natureza.

Em 2020, na Índia, um encontro parecido terminou da mesma forma: frustração do predador, que não conseguiu furar a barreira de espinhos. Relembre abaixo!

Últimas