Absinto – História e características da bebida proibida

Absinto, uma das bebidas mais fortes do mundo, já foi a bebida da moda. Conheça essa bebida com alto teor alcoólico conhecida no mundo todo.

Você gosta de bebidas fortes? Então, precisa conhecer o absinto. Certamente, uma das bebidas mais fortes do mundo em teor alcoólico. Este pode variar entre 50% a 80%, de acordo com a marca. No entanto, em alguns lugares da Europa, esse valor pode chegar aos 90%.

Desse modo, chegou a ser proibido em muitos lugares do mundo. Além disso, acredita-se que bebida tenha capacidades alucinógenas. De fato, essa chega a ser uma das bebidas mais polêmicas da história, principalmente por ter participado de muitos acontecimentos famosos até hoje.

Conheça a história do absinto e curiosidades sobre a bebida.

História do absinto
Absinto - Conheça a história e as características da bebida proibida

Absinto - Conheça a história e as características da bebida proibida

Segredos do Mundo
Museu da Gula

A princípio, no ano de 1792, em Couvet, na Suíça, um doutor chamado Pierre Ordinaire criou um tipo de vermífugo com base no extrato de plantas. Eram usados na composição dessa medicação anis, funcho e outras ervas tais como losna ou sintro. De forma que, os últimos citados são os princípios do absinto.

Assim, por conta de seu gosto e efeitos que causava, o Francês Henri-Louis encantou-se e resolveu abrir duas destilarias e comercializar o produto na Suiça e na França. Por conta disso, meio século depois, durante a guerra da Argélia em 1840, os soldados levavam seus cantis cheios de absinto. Entretanto, o pretexto era o de combater a febre africana.

Não demorou muito, e a bebida caiu no gosto popular. Sendo assim, várias pessoas na Europa se embriagavam com o absinto, fossem elas damas, ou artistas de rua.

No entanto, na época ninguém sabia, mas estudos futuros descobririam que a Artemisia absinthium possui um princípio psicoativo chamado thujone que age como antagonista. Ou seja, ele inibe a ação de neurotransmissores GABA. Assim, esses neurotransmissores são responsáveis por regularizar a atividade cerebral equilibrando a excitabilidade das células nervosas. Entretanto, ao inibir o GABA o cérebro entra em intensa atividade elétrica. Isso pode causar, em casos mais otimistas, grande nível de criatividade. E isso pode ser visto na obra de diversos artistas.

Artistas que utilizavam-se do absinto
Absinto - Conheça a história e as características da bebida proibida

Absinto - Conheça a história e as características da bebida proibida

Segredos do Mundo
Edgar Allan Poe – Galileu

Conheça a lista de artistas que usavam o efeito do absinto para aumentar o seu nível de criatividade.

– Charles Baudelaire

– Paul Verlaine

– Arthur Rimbaud

– Van Gogh

– Oscar Wilde

– Henri de Toulouse-Lautrec

– Edgar Allan Poe

– Aleister Crowley

Hidromel, o que é? Origem, como beber e onde comprar a bebida Vi × Consequências do absinto
Absinto - Conheça a história e as características da bebida proibida

Absinto - Conheça a história e as características da bebida proibida

Segredos do Mundo
Pausa Dramática

Como citado anteriormente, o absinto tem a altas quantidade de thujone. Portanto, para casos mais pessimistas, a bebida poderia causar alucinações, convulsões, hiperatividade, tremores e fraqueza muscular. Sendo assim, por conta de sua cor verde e de seus efeitos, ela foi apelidada de “fada verde”. No entanto, na época isso não tinha sido descoberto. Então, eles simplesmente abusavam da bebida. Na França, em 1912, o consumo chegou a incríveis 221,8 milhões de litros, de acordo com o cronista A. Capus.

Curiosidades sobre o absinto Origem

A bebida, como dito antes, surgiu entre o século XVIII e XIX. No entanto, a erva Artemisia absinthium já era usada no século XV na Grécia Antiga como medicamento. Um aspecto é que é bem possível que a palavra venha do grego “apsinthion” que significa intragável.

A princípio, naquela época, grandes médicos, filósofos e matemáticos indicavam a erva embebida em vinho. Entretanto, cada um utilizava a bebida para um tratamento diferente. Logo, a bebida ficou conhecida como “remédio para todas as doenças”.

Além disso, no auge do Império Romano, existia uma tradição antes das corridas de bigas. Essa tradição era beber uma dose de absinto antes das corridas para lembrar os competidores que, mesmo vencendo, ainda existia o lado amargo.

Características do absinto durante os anos
Absinto - Conheça a história e as características da bebida proibida

Absinto - Conheça a história e as características da bebida proibida

Segredos do Mundo
Buteco Nosso

A princípio, o absinto era amargo como um bitter. No entanto, Dr. Pierre Ordinaire foi quem fez a mescla de ervas como erva-doce e o extrato do anis para, assim, suavizar o amargor. Inclusive, foi isso o que fez a bebida tornar-se um sucesso.

Além disso, a bebida ficou muito relacionada a França por se tornar popular entre os soldados franceses que conheceram a bebida em missões no norte da África e, assim, a fama chegou nos cafés de Paris. Sua classificação acontecia de 3 formas: Absinthe Suisse cuja graduação alcoólica variava de 68-72%, Demi-fine de 50-68% e Ordinaire que variava entre 45-50%.

Outro fato importante de se destacar é que o absinto é um destilado, e não um licor. Geralmente, sua cor é verde, coloração obtida através da clorofila das ervas. Entretanto, na Suíça são produzidas algumas variedades mais claras. Ainda mais, hoje em dia existe cerca de 50 marcas de absinto original. Assim, são produzidos principalmente na França, Suíça, Espanha e República Tcheca.

Histórias com o absinto Paul Verlaine e Arthur Rimbaud
Absinto - Conheça a história e as características da bebida proibida

Absinto - Conheça a história e as características da bebida proibida

Segredos do Mundo
Arthur Rimbaud – MAG

Como dito anteriormente, diversos artistas usavam o absinto para aumentar a criatividade. Portanto, diversas histórias que estavam relacionadas com a bebida existiram. Arthur Rimbaud, que ainda era um adolescente, já era um prodígio da poesia que usava o absinto para “guiá-lo pelo caminho”. No entanto, utilizava a bebida em doses suficientes apenas para clarear a mente, ou seja, não exagerava em seu consumo.

Diferentemente de Paul Marie Verlaine, que é um dos maiores nomes da poesia francesa. Sendo assim, ele ameaçou a família sob efeito da bebida, e depois abandonou mulher e filho pra viver ao lado de Rimbaud. Além disso, em um dia de fúria, e também sob o efeito do absinto, ele atirou no pulso do amigo, justamente por seus poemas estarem perdendo lugar para os de Arthur.

Van Gogh
Absinto - Conheça a história e as características da bebida proibida

Absinto - Conheça a história e as características da bebida proibida

Segredos do Mundo
Van Gogh – Aventuras na História

Vincent Van Gogh, após ser ignorado pelo amigo Paul Gauguin, exagerou no consumo de absinto, ameaçou Paul com uma navalha. Em seguida, cortou sua orelha, embrulhou em um lenço e deu de presente a uma prostituta amiga sua, Rachel. Além disso, por anos ele teve surtos psicóticos e ataques epiléticos. Então, morreu com o diagnóstico de epilepsia do lobo temporal, que era causado pelo uso exagerado de absinto.

Proibição do absinto

Desde o seu surgimento, o absinto sempre foi considerado uma ameaça social, por seus efeitos alucinógenos, e que podem causar tendência à criminalidade.

Dessa maneira, em 1906, o suíço Jean Lanfray assassinou a sua mulher e a polícia alegou que foi o consumo exagerado de absinto que o fez matar sua esposa. Portanto, após esse caso ficar conhecido na Suíça, o país resolveu proibir a bebida. Após isso, vários países da Europa começaram a proibir a bebida com medo de catástrofes maiores acontecerem.

Contudo, a bebida foi banida no mundo inteiro, litros foram destruídos, as fabricas fechadas. O absinto passou a ser encontrado apenas ilegalmente como se fosse drogas em bocas de fumo. Além disso, a produção era escondida e era feito de forma artesanal.

Fada verde
Absinto - Conheça a história e as características da bebida proibida

Absinto - Conheça a história e as características da bebida proibida

Segredos do Mundo
AUM Magic

Como citado anteriormente, o apelido do absinto veio de seus efeitos e sua cor. A fada verde representava um conceito de inspiração poética e iluminação artística, logo, um estado de espírito livre e que trariam novas ideias. No entanto, essa liberdade de expressão era totalmente inimaginável nessa época.

Para os bebedores ruins, aqueles que preferiam beber muito ao invés de ter qualidade, o absinto é só uma bebida de coloração verde e com um alto teor alcoólico. Para os grandes artistas da Belle Époque em Paris era uma forma de fugir dos conceitos morais e sociais impostos pelo governo da época e conseguirem inovar artisticamente.

Ritual para tomar absinto
Absinto - Conheça a história e as características da bebida proibida

Absinto - Conheça a história e as características da bebida proibida

Segredos do Mundo
Freepik

La Louche é o nome do ritual tradicional para se tomar o absinto. Constitui em uma taça para a bebida, uma colher de absinto que parece uma espátula e é furada, um cubo de açúcar e água gelada.

Primeiramente, você coloca uma dose de absinto na taça e coloca a colher sobre a taça em posição horizontal. Após isso, no meio da colher, coloque um cubo de açúcar e pingue água gelada por cima do cubo. A cor da bebida ficará turva e fosca.

E aí, o que achou da matéria? Se gostou, confira essa matéria a seguir: Café faz mal? 10 efeitos que a bebida pode causar no seu corpo.

Fontes: Etílicos; Mitology News; Papo de Bar¹; Papo de Bar².

Imagem de Destaque: Metro Jornal.

Essa matéria Absinto – História e características da bebida proibida foi criada pelo site Segredos do Mundo.