Segredos do Mundo Bigode de gato, o que é? Função, cuidados e curiosidades

Bigode de gato, o que é? Função, cuidados e curiosidades

O bigode de gato, ou vibrissas como são conhecidos cientificamente, desempenham importante função no comportamento felino. Essa matéria Bigode de gato, o que é? Função, cuidados e curiosidades foi criada pelo site Segredos do Mundo.

Em primeiro lugar, o bigode de gato, ou vibrissas como são conhecidos cientificamente, desempenham importante função no comportamento felino. Curiosamente, todos os mamíferos apresentam uma estrutura semelhante. No caso dos humanos, as vibrissas estão localizadas no interior das fossas nasais, enquanto nos gatos estão majoritariamente nos bigodes.

Além disso, é possível encontrar vibrissas acima dos olhos e no queixo na maioria das espécies. No geral, o bigode de gato apresenta em torno de 24 fios, divididos igualmente em cada lado do focinho.

Basicamente, à medida em que essas estruturas vibram em reação às alterações do ar no ambiente, o felino consegue avaliar e prever o que está acontecendo. Desse modo, as vibrissas são consideradas órgãos táteis que auxiliam no equilíbrio e localização dos gatos.

Bigode de gato, o que é? Função, cuidados e curiosidades

Bigode de gato, o que é? Função, cuidados e curiosidades

Segredos do Mundo
Fonte: Pixabay

Qual a função do bigode de gato?

Além do equilíbrio, o bigode de gato permite ao felino ter uma melhor noção de espaço. Sendo assim, as vibrissas auxiliam no cálculo de distâncias e de espaços, indicando ao animal que ele consegue caber em determinados espaços sem correr riscos, por exemplo.

Geralmente, o comprimento do bigode corresponde ao tamanho da parte mais larga do corpo do felino. Como consequência, o animal consegue compreender melhor os percursos. Ademais, serve como uma espécie de antena, pois o as vibrissas tem contato com uma área repleta de células sensoriais.

Dessa maneira, o gato consegue captar informações como força e orientação do vendo. Nesse sentido, os felinos conseguem ter melhor distribuição das funções sensoriais, não dependendo somente da visão e da audição para lidar com as adversidades. Entretanto, acredita-se que em animais com sobrepeso e problemas hormonais essas funções fiquem em desequilíbrio.

Bigode de gato, o que é? Função, cuidados e curiosidades

Bigode de gato, o que é? Função, cuidados e curiosidades

Segredos do Mundo
Fonte: Pixabay

Como cuidar do bigode de gato?

Sobretudo, a principal dúvida a respeito da manutenção do bigode de gato é se pode cortar os fios ou não. Em resumo, não se pode e nem se deve fazer isso, pois altera completamente a noção espacial do animal. Porém, recomenda-se que um profissional apare os fios no caso de gatos acima do peso, pois a alteração corporal afeta a precisão das vibrissas.

Normalmente, quando se apara os bigodes de um gato sem cuidado, o animal tende a ficar desorientado. Mais ainda, pode começar a sofrer acidentes e se colocar em risco. Por exemplo, ao saltar de uma determinada superfície, o felino pode calcular errado a distância porque não tem o amparo das vibrissas. Como consequência, tende a se machucar.

Para além da questão espacial, esse desequilíbrio cria irritabilidade e estresse no felino, fazendo-o ficar arisco e acarretando doenças. Apesar disso, é comum que os pelos caiam e cresçam novamente de maneira natural. No geral, as vibrissas tendem a crescer mais de um centímetro por mês, pois acompanham o desenvolvimento corporal do animal.

Sendo assim, recomenda-se evitar mexer demais na área dos bigodes do seu gato. Além do desconforto, essa repetição tende a aumentar a chance de queda dos fios, antes do período de troca natural. Por outro lado, também é importante manter a nutrição e higiene do seu gato em dia, a fim de se evitar desequilíbrios orgânicos que afetem as vibrissas.

Bigode de gato, o que é? Função, cuidados e curiosidades

Bigode de gato, o que é? Função, cuidados e curiosidades

Segredos do Mundo
Fonte: Hospital Popular Veterinário

Curiosidades

Ao contrário do que se imagina, os gatos não sentem dor no bigode, apesar da estrutura ser sensível. Basicamente, os fios são pelos grossos sem terminação nervosa, mas existem receptores na base da estrutura, dentro da pele. Desse modo, arrancá-los pode causar bastante dor local e incômodo nos felinos.

Além disso, o bigode de gato é responsável pela preferência de alguns felinos por tigelas rasas e largas. No geral, recipientes alimentícios que são estreitos causam atrito com os bigodes e geram incômodo nos bichos. Ainda nessa perspectiva, acredita-se que os gatos gostem de tomar água em fontes e torneiras porque evitam molhar seus bigodes.

Curiosamente, as vibrissas também podem trocar de cor. Entretanto, isso acontece principalmente quando o felino vai ficando mais velho. Por fim, estima-se que o maior bigode de gato já visto tinha 19cm de comprimento e pertencia a um gato da raça Maine Coon.

E aí, gostou de aprender sobre bigode de gato? Então leia sobre Coelhos – Características e como cuidar dentro de casa.

Fontes: Petz | Patas da Casa | Seres

Imagens: Pixabay | Hospital Popular Veterinário

Essa matéria Bigode de gato, o que é? Função, cuidados e curiosidades foi criada pelo site Segredos do Mundo.

Últimas