Centauro – Origem do mito, representações e principal figura

O centauro é uma das criaturas mitológicas mais populares da história, mas quando surgiram eram símbolo de rebeldia e agressividade.

O centauro é uma das criaturas mitológicas mais famosas de todo o mundo. Além de ser peça importante da mitologia grega, a criatura com corpo de cavalo e tronco e cabeça de humano atravessou a crença dos gregos e hoje faz parte do imaginário popular.

Segundo os gregos, os centauros era filhos de Ixion (rei do Lapiths) com Nephele (uma nuvem que replicavam a deusa Hera). Por outro lado, existe uma outra versão que defende que todos são filhos de um centauro único que cruzou com éguas magnesianas.

Os gregos acreditavam também que os centauros vivam nas planícies da Arcádia e da Tessália. Assim, é possível apontar que o mito foi inspirado em tribos selvagens que viviam nessas áreas da Grécia.

Origem

Centauro - origem do migo, representações e principal figura

Centauro - origem do migo, representações e principal figura

Segredos do Mundo
Centaurs

De acordo com as primeiras lendas gregas, Ixion foi condenado por vários crimes, mas foi perdoado por Zeus. Assim, ele acabou indo morar no Olimpo, mas cortejou Hera, esposa do deus soberano.

Revoltado, Zeus criou uma nuvem que imitava a forma da esposa para testar o criminoso. Além de se relacionar com a criatura, Ixion ainda contou vantagem do feito diante do público, o que fez com que Zeus o atirasse no submundo.

Da relação, no entanto, nasceu o primeiro ser meio homem e meio cavalo. A partir deste primeiro centauro, então, surge toda a linhagem de criaturas bárbaras e selvagens. Apesar disso, existem centauros que não surgiram daí. Quíron, por exemplo, foi fruto do relacionamento entre Cronos e Filira, filha dos mares.

Pégaso na mitologia grega – Origem, história e simbolismo

×

Centauromaquia

Centauro - origem do migo, representações e principal figura

Centauro - origem do migo, representações e principal figura

Segredos do Mundo
Cultural Bestiary

Desde o início, as o mitos que envolvem centauros está ligado a momentos de selvageria. A Centauromaquia Tessaliana, por exemplo, foi um desses conflitos entre as criaturas e o povo da Tessália.

A lenda diz que a região era governada por Pirítoo, irmão dos centauros. Durante a festa de casamento do rei, as criaturas acabaram se embriagando com o consumo de vinho. Dessa maneira, se descontrolaram em rompantes de luxúria e agressividade.

No meio da confusão, os centauros tentaram sequestrar e abusar da noiva do rei, mas foram impedidos. A reação dos tessálios teve a ajuda de Teseu, que acabou expulsando as criaturas da região.

O centauro Quíron

Centauro - origem do migo, representações e principal figura

Centauro - origem do migo, representações e principal figura

Segredos do Mundo
Quest for Beauty

Apesar disso, nem todo centauro é retratado como selvagem. Quíron, foi um centauro sábio que atuou como professor de heróis importantes, assim como Aquiles, Heráclito e Jasão. Dentre várias habilidades, Quíron era conhecido por talento para ensinar e conhecimentos de medicina.

Durante sua vida, viveu na Tessália, no Monte Pelion. Apesar de ser imortal, acabou perecendo após um encontro com Hércules. O herói atirou no centauro com uma flecha que continha sangue da Hidra, provocando uma dor insuportável.

Ao mesmo tempo, Hércules pediu para que Zeus libertasse Prometeus, mas ele exigiu um sacrifício. Assim, para garantir a libertação e para se livrar da dor, Quíron acabou se sacrificando.

Fontes: Portal São Francisco, Info Escola, Toda Matéria

Imagens: Quest for Beauty, Cultural Bestiary, Greek Mythology, Centaurs

Essa matéria Centauro – Origem do mito, representações e principal figura foi criada pelo site Segredos do Mundo.