Segredos do Mundo Expressões regionais – Ditados e gírias típicas de cada região do Brasil

Expressões regionais – Ditados e gírias típicas de cada região do Brasil

Com uma extensão territorial tão grande, o Brasil é palco para uma série de gírias e expressões regionais exclusivas de algumas áreas Essa matéria Expressões regionais – Ditados e gírias típicas de cada região do Brasil foi criada pelo site Segredos do Mundo.

Em todo o território brasileiro, o idioma oficial é o português, mas isso não significa que ele está livre de regionalismo. Com 8,5 milhões de quilômetros quadrados de extensão, é natural que variações de sotaques, gírias e expressões regionais surjam como traços de diferenciação da língua pelo país.

A princípio, todas as regiões partem da mesma raiz e são capazes de entender o idioma do país inteiro. No entanto, algumas expressões típicas são tão características de regiões específicas que podem soar como estrangeiras, para quem vive em outra região.

Além das diferenças de sotaques, palavras e expressões ganham novos sentidos de acordo com as influências plurais e culturais de cada região. Dessa maneira, uma expressão comum no sul pode ser completamente desconhecida no norte do país, e vice-versa.

Expressões regionais – regionalismo e sotaque

Expressões regionais - ditados e gírias típicas de cada região do Brasil

Expressões regionais - ditados e gírias típicas de cada região do Brasil

Segredos do Mundo
Fonoonline Blog

Partindo do sul do país, o sotaque de gaúchos e catarinenses tem forte influência da pronúncia de povos europeus, como alemães e espanhóis. É por isso, portanto, que possuem um R tão acentuado.

Já na região sudeste, é possível encontrar algumas variações de pronúncias, antes mesmo de analisar as expressões regionais.

Em São Paulo, também há forte influência de europeus, principalmente italianos. Por outro lado, no interior o sotaque caipira carrega tons das influências portuguesas dos séculos XVI e XVII. O mesmo sotaque caipira pode ser percebido em Minas Gerais e parte do centro-oeste, com influências do regionalismo dos revolucionários da Inconfidência Mineira. Enquanto isso, o Rio de Janeiro manteve características típicas do português de Portugal, como o S com som de X.

O nordeste também foi muito marcado pela influência europeia, principalmente da Holanda em Pernambuco, no século XVII. Já no norte, onde houve menos presença dos colonizadores europeus, o sotaque mantém marcas regionais mais próximas do idioma de indígenas nativos antes da exploração.

Expressões regionais percebidas ao redor do país

Sul

Expressões regionais - ditados e gírias típicas de cada região do Brasil

Expressões regionais - ditados e gírias típicas de cada região do Brasil

Segredos do Mundo
Toda Matéria

Tri: apesar de ser um radical normalmente utilizado para se referir a três, no Rio Grande do Sul o termo é aplicado para valorizar um adjetivo, como por exemplo na expressão regional tri legal.

Cacetinho: para um visitante desavisado, ouvir essa palavra pode ser um choque. No entanto, para os sulistas o cacetinho nada mais é do que um pão francês comum.

Dar uma banda: em regiões do Paraná, é comum o uso da expressão regional dar uma banda como sinônimo de dar uma volta, dar um passeio.

Outras: embretar-se (meter-se em apuros), guri (menino), lindeiro (vizinho), solito (sozinho).

Sudeste

Expressões regionais - ditados e gírias típicas de cada região do Brasil

Expressões regionais - ditados e gírias típicas de cada região do Brasil

Segredos do Mundo
Clube Candeias

Padoca: em São Paulo, quando um local decide ir tomar um café um fazer um lanche numa padaria, provavelmente ele irá utilizar o nome padoca para se referir ao lugar.

Bolado: quando um carioca utiliza a expressão regional bolado, ele pode querer dizer várias coisas diferentes. Entretanto, o mais comum é que a palavra seja aplicada para substituir estados de chateação, indignação ou revolta.

Trem: provavelmente uma das expressões regionais mais conhecidas pelo Brasil, apesar de ser típica de Minas Gerais. Por ali, trem pode significar absolutamente qualquer coisa, como um sinônimo exatamente da palavra coisa.

Outras: da hora (legal), é fria (é perigoso), jacú (bobo, ignorante), larica (fome).

Centro-Oeste

Expressões regionais - ditados e gírias típicas de cada região do Brasil

Expressões regionais - ditados e gírias típicas de cada região do Brasil

Segredos do Mundo
Resumo Escolar

Comer na gaveta: apesar das palavras envolvidas na expressão, ela não tem nada a ver com comer ou com gavetas. Comum em partes de Goiás, ela é utilizada para falar de hábitos de alguém pão-duro ou mão-de-vaca.

Descabriado:  no Mato Grosso, a expressão descabriado pode ser aplicada quando você quer se referir a alguém agindo de maneira descontrolada.

Bereré: bereré é uma expressão regional muito utilizada para falar de dinheiro recebido de maneira ilegal ou fácil demais.

Outras: dormir no macio (viver folgado), empatar (atrapalhar), madurar (amadurecer).

Nordeste

Expressões regionais - ditados e gírias típicas de cada região do Brasil

Expressões regionais - ditados e gírias típicas de cada região do Brasil

Segredos do Mundo
Stoodi

Ficar na bruxa: na Bahia, estar na bruxa é a mesma coisa do que estar com muita raiva, agonia ou irritação.

Bexiguento: uma pessoa bexiguenta é aquela que não presta ou não vale nada, de acordo com o julgamento de quem está falando.

Pagar sapo: essa é uma expressão regional que possui algumas diferenças dependendo de onde é usada, mas em Alagoas, significa o mesmo que passar vergonha.

Só quer ser as pregas: uma pessoa que só quer ser as pregas, na Paraíba, é alguém que se acha muito e tem o ego lá em cima.

Ser o bicho cacau: muito parecida com a expressão anterior, alguém bicho cacau é alguém que quer ser melhor que todo mundo, segundo o regionalismo maranhense.

Outras: aperrear (encher o saco), buchuda (gestante), cafuringa (coisa muito pequena), desmantelar (arruinar).

Norte

Expressões regionais - ditados e gírias típicas de cada região do Brasil

Expressões regionais - ditados e gírias típicas de cada região do Brasil

Segredos do Mundo
Escola Educação

Égua: no Pará, é normal que égua seja usado como expressão regional de espanto, em companhia de outras frases.

Ficar de bubuia: no Amazonas, ficar de bubuia é um regionalismo que indica estar muito tranquilo ou relaxado.

Outras: brocado (com fome), capar o gato (ir embora), égua de largura (muita sorte), levou o farelo (morreu).

Fontes: Gamati, Português, Turminha, Oyo Rooms

Imagens: Stoodi, Resumo Escolar, Clube Candeias, Toda Matéria, Fonoonline Blog, Jusbrasil, Escola Educação

Essa matéria Expressões regionais – Ditados e gírias típicas de cada região do Brasil foi criada pelo site Segredos do Mundo.

Últimas