Focas – Características, alimentação, espécies e onde vivem

As focas são mamíferos com hábitos aquáticos, porém algumas espécies utilizam o meio terrestre para reprodução, descanso e troca de pelo.

Pertencendo a mesma família das morsas, as focas são animais mamíferos de habitat, predominantemente, em águas geladas ou nos polos Norte e Sul. Com efeito, estão catalogadas cerca de trinta espécies de focas, divididas em dois grupos. Assim sendo, focas sem orelhas, ou seja, verdadeiras, e as “otárias”, que possuem pequenas orelhas.  

Apesar das verdadeiras serem conhecidas sem orelhas, na verdade, elas possuem, porém não são externas. Ao contrário, nas focas “otárias” é possível ver as orelhas. Por exemplo: os leões-marinhos são considerados  focas otárias com a característica de pescoço grosso e peludo.  

Contudo, pode-se mencionar algumas espécies de focas: a foca-comum (Phoca vitulina), foca-harpa (Pagophilus groenlandicus), foca-leopardo (Hydrurga leptonyx), foca-de-Weddell (Leptonychotes weddellii), foca-caranguejeira (Lobodon carcinophaga), foca-de-crista (Cystophora cristata), foca-barbuda (Erignathus barbatus), foca-monge-do-mediterrâneo (Monachus monachus) e foca-de-Ross (Ommatophoca rossii).  

Não, obstante algumas espécies estão ameaçadas de extinção, principalmente, devido a caça. Ainda assim, incluem outros fatores tais como mudanças no habitat, alterações climáticas e efeitos da poluição. 

Focas - Características, alimentação, espécies e onde vivem

Focas - Características, alimentação, espécies e onde vivem

Segredos do Mundo
Imagem: Reino Sellure

Características das focas

Basicamente, o pescoço das focas é curto e, além disso, possuem um corpo hidrodinâmico, ou seja, facilita o deslocamento sob água. Ainda assim, esses mamíferos têm os membros pélvicos para trás. Apesar de ser similar a uma nadadeira não os movem para a frente e também não os usa como apoio. Ademais, essa característica explica o fato de se arrastarem no chão quando estão no solo.  

Em relação ao corpo, as focas são cobertas por pelos que atuam no controle da temperatura do corpo. Esses mamíferos, sobretudo, usam como isolante térmico a própria gordura. Em síntese, essas características ajudam as focas já que vivem em locais frios. Destaca-se também que no focinho há vibrissas sensoriais, ou seja, bigodes.   

Focas - Características, alimentação, espécies e onde vivem

Focas - Características, alimentação, espécies e onde vivem

Segredos do Mundo
Imagem: Traveler

As focas possuem a cor clara e apresentam dimorfismo sexual, ou seja, quando não se separam sexualmente. Ademais, suas nadadeiras são curtas, e, em contrapartida, as garras são longas e finas. Sobre a alimentação, costumam ingerir vários tipos de peixes, cefalópodes e crustáceos que surgem perto da superfície e no meio bentônico. 

Ainda assim, as menores focas medem cerca de 1,2 metro de comprimento e pesam cerca de 90 quilos. Aliás, as maiores chegam a 6,5 metros e pesam mais de 3,6 toneladas e são chamadas de elefantes-marinhos. 

Cangurus – Origem, reprodução, alimentação e curiosidades

×

Onde vivem

Acerca do habitat, as focas não-migratórias são encontradas nas águas costeiras da plataforma continental e no declive. As focas usam as praias para descansar e reproduzir, principalmente, nas rochas baixas e nas plataformas de gelo.

Contudo, esses mamíferos são cautelosos e, portanto, é difícil a aproximação.   Em síntese, as focas têm o hábito de agrupar em local de fácil acesso à água, principalmente, durante a maré baixa. Porém, os adultos são vistos sozinhos ou em pequenos grupos.  

Reprodução

A maturidade sexual dos machos ocorre entre quatro a seis anos de idade, já as fêmeas atingem a maturidade entre três e cinco anos.  Ademais, o sistema de acasalamento envolve vários machos e fêmeas. Contudo, acontece na água, entre fevereiro e outubro.

Ao nascer os filhotes medem entre 65 a 100 cm e podem pesar de 8 a 12 kg. No entanto, diferente dos adultos, os filhotes possuem uma cor escura em tons de cinza. Tal característica é definida pelas condições uterinas e após algumas semanas do nascimento que mudam de cor. 

Focas - Características, alimentação, espécies e onde vivem

Focas - Características, alimentação, espécies e onde vivem

Segredos do Mundo
Imagem: National Geografic

Foca-comum

Com o nome científico de Phoca vitulina, a foca-comum recebem também a denominação de focas-do-porto. Logo, são encontradas em alguns países como por exemplo: Bélgica, Canadá, Dinamarca, Finlândia, França, Alemanha, Groenlândia, Islândia, Irlanda, Japão, México, Países Baixos, Noruega, Federação Russa, Svalbard e Jan Mayen, Suécia, Reino Unido e Estados Unidos.  

Resumidamente essas focas são carnívoras cuja alimentação baseia-se em peixes, crustáceos e moluscos. Ao chegar à fase adulta, os machos possuem entre 1,6 m e 1,9 m de comprimento e pesam cerca de 150 kg. Em contrapartida, as fêmeas são menores medindo entre 1,5 m e 1,7 m e pesam até 110 kg. Eventualmente aparecem em grupos, mas são vistas mais sozinhas. 

A maturidade sexual dos machos é atingida entre quatro e seis anos de idade, já as fêmeas com idade entre três e cinco anos. No entanto, o acasalamento é água e as fêmeas concebem, geralmente, um filhote, com o tamanho entre 82 cm e 98 cm e com peso entre 8 kg e 12 kg.Por fim, vivem cerca de 30 a 35 anos. 

Focas - Características, alimentação, espécies e onde vivem

Focas - Características, alimentação, espécies e onde vivem

Segredos do Mundo
Imagem: Wikipédia

Foca-harpa

No entanto, as focas-harpa, ou seja, cientificamente, Pagophilus groenlandicus, são chamdas de focas-da-Groenlândia. Assim, são encontradas nos seguintes países: Canadá, Groenlândia, Islândia, Noruega, Federação Russa e Svalbard e Jan Mayen.  

Em resumo, medem 1,8 m de comprimento e pesam cerca de 130 kg. Basicamente, chegam à maturidade sexual fisiológica por volta dos quatro e oito anos de idade. Os filhotes nascem à luz no gelo flutuante entre fevereiro e abril. Diferente dos adultos, os filhotes têm pelos brancos e depois mudam a cor.  

Aliás, os filhotes são sedentários no seu primeiro mês de vida e são amamentados por 12 dias. Após esse período, permanecem por até seis semanas no gelo até se alimentarem na água. Com efeito, vivem de 30 a 35 anos. A União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN) classifica a espécie na categoria “pouco preocupante” já que foi registrado aumento da população. 

Focas - Características, alimentação, espécies e onde vivem

Focas - Características, alimentação, espécies e onde vivem

Segredos do Mundo
Imagem: Pinterest

Pinípedes 

Pertencendo à ordem Carnívora os pinípedes são mamíferos aquáticos, porém vivendo também no meio terrestre para reproduzir, descansar ou trocar o pelo. Entretanto, são animais habilidosos na água e se deslocam por meio de movimentos ondulatórios.  

Basicamente, eles se adaptam a águas frias e usam a quantidade de gordura no corpo como isolante. Ademais, são carnívoros e alimentam-se de peixes e lulas. 

As fêmeas dessa espécie são menores e mais leves. No entanto, quanto a reprodução, são poligâmicos, ou seja, um macho acasala com várias fêmeas. 

Três famílias de  pinípedes:  Otariidae: lobos-marinhos e leões-marinhos, sendo os últimos podendo pesar até 3600 kg.  Odobenidae: morsas.  Phocidae: elefantes-marinhos e focas. 

Gostou de conhecer mais sobre as focas? Então veja mais sobre Cangurus – Origem, reprodução, alimentação e curiosidades

Fontes: Britânica Escola Infoescola Escola Kids

Imagens: Wikipédia National Geografic Pinterest Educalingo Reino Sellure

Essa matéria Focas – Características, alimentação, espécies e onde vivem foi criada pelo site Segredos do Mundo.