Segredos do Mundo Mimetismo, o que é? Principais tipos encontrados na natureza

Mimetismo, o que é? Principais tipos encontrados na natureza

Muitas vezes confundido com a camuflagem, o mimetismo é um tipo de mecanismo de defesa que baseia-se na semelhança entre diferente espécies. Essa matéria Mimetismo, o que é? Principais tipos encontrados na natureza foi criada pelo site Segredos do Mundo.

O mimetismo é um tipo de mecanismo de proteção animal baseado na semelhança física de uma espécie com outros. Apesar de ser associado à camuflagem, são processos diferentes.

De forma geral, uma espécie imita aspectos de outra – como padrão de cores, odores, sons e outras características – a fim de garantir proteção contra predadores. Em alguns casos, a técnica também pode ser utilizada para acasalamento e alimentação, dentre outros.

Entre animais, a prática é mais observada em  insetos, mas também pode ser encontrada em outras espécies. A falsa cobra-coral, por exemplo, é um dos exemplos mais populares de mimetismo do Reino Animal.

Mimetismo batesiano

Mimetismo - o que é e principais tipos encontrados na natureza

Mimetismo - o que é e principais tipos encontrados na natureza

Segredos do Mundo
Alchetron

O mimetismo batesiano é o mais comum entre as diversas espécies que utilizam a habilidade. Nesses casos, a espécie – caracterizada por não oferecer danos e servir de alimento – simula a aparência de outra criatura, ou coisa, que causa danos e não pode ser consumida.

Quando a larva da mariposa Hemeroplanes ornatus se vê diante de predadores, por exemplo, infla sua cabeça e tórax. Dessa maneira, fica parecida com uma cobra papagaio-verde e imita seu movimento, afastando predadores.

Para que o mimetismo seja eficaz, no entanto, a população de miméticos não deve ser muito grande. Isso porque nesses casos os predadores irão continuar se alimentando das espécies, sem conseguir compreender os sinais.

Mimetismo mülleriano

Mimetismo - o que é e principais tipos encontrados na natureza

Mimetismo - o que é e principais tipos encontrados na natureza

Segredos do Mundo
Joias da Natureza

Esse tipo de mimetização envolve a semelhança entre duas espécies que não apresentam traços palatáveis, bem como outros mecanismos de defesa compartilhados. Diferente do caso batesiano, aqui o aumento da população beneficia as espécies miméticas, já que reforçam a associação diante dos predadores.

Isso pode ser encontrado nas semelhanças entre borboleta-monarca (Danaus plexippus) e borboleta-vice-rei (Limenitis archippus), por exemplo. Além das duas apresentaram cores e padrões semelhantes, também compartilham a mesma nocividade para predadores.

Outros tipos

Mimetismo - o que é e principais tipos encontrados na natureza

Mimetismo - o que é e principais tipos encontrados na natureza

Segredos do Mundo
Gil Wizen

Peckhamiano: também chamado de mimetismo agressivo, ele é caracterizado pelo disfarce do predador. É que acontece, por exemplo, com aranhas do gênero Myrmarachne, que se parecem com formigas para enganar suas presas.

Reprodutivo: o mimetismo reprodutivo, ou comportamental, é utilizado para garantir vantagens competitivas dentro da própria espécie em períodos de reprodução. A vespa macho, por exemplo, imita comportamentos da fêmea na intenção de afastar outros pretendentes machos.

A técnica também é encontrada em plantas, como a orquídea Ophrys apifera. Para garantir sua reprodução, a flor imita a fêmea de abelhas.

Automimetismo: esta variação envolve animais que transformar uma certa parte do próprio corpo, na intenção de confundir predadores. A transformação pode envolver semelhanças com outras espécies ou com outras partes do próprio corpo. A coruja pigmeu do norte, por exemplo, possui manchas escuras que simulam dois grandes olhos na parte de trás da cabeça.

Camuflagem

Mimetismo - o que é e principais tipos encontrados na natureza

Mimetismo - o que é e principais tipos encontrados na natureza

Segredos do Mundo
Treehugger

Apesar de percebidos como mecanismos distintos por alguns, mimetismo e camuflagem são técnicas diferentes. Isso porque a camuflagem não diz respeito a imitações envolvendo outras espécies, mas sim uma associação com o ambiente.

Dessa maneira, animais que camuflam utilizam aspectos físicos – como pelos, penas e escamas – para passarem despercebidos em paisagens naturais semelhantes a seu corpo.

Além disso, existem alguns que utilizam cromatóforos. Essas células permitem que o animal consiga trocar cores de partes do corpo, na intenção de se adaptar ao ambiente ao redor.

Fontes: eCycle, Brasil Escola, Toda Matéria

Imagens: Treehugger, All You Need Is Biology, Alchetron, Joias da Natureza, Gil Wizen

Essa matéria Mimetismo, o que é? Principais tipos encontrados na natureza foi criada pelo site Segredos do Mundo.

Últimas