Segredos do Mundo Mordida de gato – Prevenção, tratamento e riscos de infecção

Mordida de gato – Prevenção, tratamento e riscos de infecção

Veja como evitar ser mordido por um felino, como identificar infecção e quais os primeiros socorros para tratar o ferimento. Essa matéria Mordida de gato – Prevenção, tratamento e riscos de infecção foi criada pelo site Segredos do Mundo.

Por mais amigável que um gato possa parecer, ocasionalmente podem acontecer desentendimentos sobre comida, brinquedos, território entre outros motivos. Como resultado, é natural que o gato use presas e garras para resolver a disputa, e dessa forma podem ocorrer arranhões e até mesmo mordidas. Por este motivo, é importante que os donos de animais de estimação percebam que, embora ferimentos maiores obviamente precisem de cuidados, pequenos ferimentos podem causar grandes problemas de saúde se não forem tratados adequadamente.

Além disso, todas as mordidas de gato, desde pequenas mordidas até perfurações profundas, podem resultar em inchaço e outros sintomas. Neste artigo, veja como identificar os sinais de infecção por mordida de gato para saber quando é a hora de procurar ajuda médica.

O que fazer em caso de mordida de gato?

Segredos do Mundo

Segredos do Mundo

Segredos do Mundo
Fonte: Pinterest

Lave o ferimento com água e sabão em água corrente por pelo menos 5 minutos. Não esfregue, pois isso pode machucar a pele.

Se a mordida ou arranhão estiver sangrando, pressione com um curativo ou toalha limpa para estancar o sangramento.

Seque a ferida e cubra-a com um curativo esterilizado. Não use fita adesiva ou bandagem para cobrir a ferida, pois isso pode prender bactérias nocivas no local do ferimento.

Fique atento a sinais de infecção causados pela mordida do gato. Isso inclui febre, aumento da vermelhidão ou dor, inchaço ou secreção. Consulte um médico imediatamente se algum desses sinais ocorrer.

Como identificar sinais de infecção?

Segundo especialistas, uma infecção por mordida de um felino doméstico pode se desenvolver dentro de 24 a 48 horas após a mordida. Os sinais comuns de infecção incluem:

Vermelhidão

Segredos do Mundo

Segredos do Mundo

Segredos do Mundo
Fonte: Pinterest

Um dos primeiros sinais de que sua mordida pode estar infectando é a vermelhidão ao redor da ferida. Isso pode variar de rosa claro a um vermelho carmesim escuro e de aparência agressiva. Se a área estiver ficando vermelha, observe se a vermelhidão se espalhou para o resto do corpo. Aliás, a disseminação da vermelhidão pode indicar envenenamento do sangue.

Febre

Segredos do Mundo

Segredos do Mundo

Segredos do Mundo
Fonte: Pinterest

À medida que seu corpo envia anticorpos para combater a infecção, a temperatura ao redor da área infectada pode aumentar antes mesmo de a área ficar vermelha, e além disso ocasionar febre.

Odor

Segredos do Mundo

Segredos do Mundo

Segredos do Mundo
Fonte: Pinterest

Alguns tipos de ferimentos desenvolvem um odor incomum. Pode ser difícil de detectar no início, mas a ferida pode cheirar mal se não for tratada adequadamente ou estiver infectada por bactérias.

Pus ou secreção

Segredos do Mundo

Segredos do Mundo

Segredos do Mundo
Fonte: Pinterest

Uma mordida de gato infectada pode causar abcesso e inchar com um tumor que se parece com uma espinha. O tumor irá eventualmente estourar e drenar a secreção, contudo, é importante que um médico examine a ferida.

Outros sintomas como dores de cabeça, fadiga, pressão arterial baixa e taquicardia podem ser sintomas adicionais de infecção. O tratamento geralmente consiste em antibióticos e, possivelmente, uma injeção antitetânica.

Mordida de gato infectado pode transmitir raiva

Segredos do Mundo

Segredos do Mundo

Segredos do Mundo
Fonte: Pinterest

A raiva é um vírus que pode ser transmitido por certos animais. Isso pode incluir animais domésticos, como cães e felinos domésticos. Animais totalmente vacinados contra a raiva apresentam risco muito baixo de infecção. Mas, como a raiva humana quase sempre é fatal, qualquer animal de estimação que morder deve ficar em quarentena por 10 dias como precaução extra. Em geral, se houver risco de raiva, é preciso seguir as orientações abaixo:

Se um gato de estimação morder, o animal deve ser mantido em uma área segura pelos próximos 10 dias para ficar atento a sinais de doença. Além disso, se o gato ficar doente ou morrer durante esse período, procure um centro veterinário imediatamente para que o animal possa ser testado para raiva. Entretanto, se o gato permanecer saudável pelos próximos 10 dias, não há perigo de raiva no animal ou na vítima da mordida.

Ao receber a mordida de um gato desconhecido, e notar sinais de infecção como salivação, confusão mental e convulsões, é necessário buscar auxílio médico imediatamente para receber o tratamento adequado.

Como prevenir mordidas de gato?

Segredos do Mundo

Segredos do Mundo

Segredos do Mundo
Fonte: Pinterest Em primeiro lugar, não cause estresse em gato desconhecido; Em segundo lugar, não submeta um gato a um ambiente muito barulhento; Evite fazer brincadeiras que assustam ou deixam o gato furioso; Não perturbe um felino que está dormindo, comendo ou cuidando de filhotes; Não acaricie um gato em partes do corpo que ele não gosta Por fim, se for mordido ou arranhado por um felino desconhecido, acione imediatamente o serviço médico de emergência.

Já que você curtiu o artigo e chegou até aqui, então leia também: Curiosidades sobre gatos – 60 fatos sobre vida e hábitos dos felinos

Fontes: Pet Love, Fisio Care Pet, Médico Responde

Fotos: Pinterest

Essa matéria Mordida de gato – Prevenção, tratamento e riscos de infecção foi criada pelo site Segredos do Mundo.

Últimas