Hora 7 Sorrisão! Peixe-balão tem dentes serrados para não morrer de fome

Sorrisão! Peixe-balão tem dentes serrados para não morrer de fome

Animal de estimação não conseguia se alimentar devido ao crescimento contínuo e incomum das presas

  • Hora 7 | David Plassa, do R7

Resumindo a Notícia

  • Um peixe-balão precisou ser submetido a um tratamento dentário para não morrer de fome.
  • As presas dele não paravam de crescer, o que impossibilitava uma alimentação adequada.
  • Sendo assim, acabou levado pelo tutor até uma clínica veterinária de Snodland, na Inglaterra.
  • O pet foi anestesiado, teve os dentes serrados e já voltou para casa, onde se recupera do susto.
Peixe-balão teve dente gigantesco serrado para conseguir se alimentar

Peixe-balão teve dente gigantesco serrado para conseguir se alimentar

Montagem/R7, com Facebook/Sandhole Vets

O peixe-balão acima precisou ser submetido a um tratamento dentário para não morrer de fome. Isso porque as presas de Goldie, como ele é chamado, não paravam de crescer e atingiram um tamanho que impossibilitava uma alimentação adequada.

Sendo assim, o tutor do animal, Mark Byatt, o levou até uma clínica veterinária de Snodland, na Inglaterra. Lá, Goldie foi submetido a um procedimento, no qual os dentes dele acabaram serrados ao meio.

"Os dentes do peixe-balão são conhecidos como bicos e crescem continuamente ao longo da vida", explicou Daniel Carrasco, profissional que atendeu o pet, conforme reportado pelo tabloide Daily Mail. "Eles geralmente são mantidos curtos naturalmente, pois se desgastam com a dieta regular de alimentos com casca dura."

Vale o clique: Este leão branco de juba perfeita ainda é o mais 'gato' da savana

Segundo Carrasco, embora esses alimentos sejam fornecidos em ambiente doméstico, eles podem não ter o mesmo efeito observado na natureza. "Como resultado, o bico superior cresceu a ponto de dificultar a capacidade de comer de forma eficaz", acrescentou.

Para resolver o problema de Goldie, a água do recipiente em que ele foi levado até a clínica recebeu uma carga de anestésico. Em seguida, a enfermeira veterinária, Debbie Addison, o manteve enrolado em uma toalha úmida, de modo a evitar que ele inflasse durante a serragem das presas.

"Todo o procedimento correu bem e foi realizado em menos de uma hora, sem nenhum estresse", pontuou Carrasco. O tutor do peixe-balão também aprovou o tratamento e disse que o ex-dentuço tem se recuperado dentro do planejado.

Já o dentista a seguir extraiu o maior dente humano já registrado na história. Confira!

Últimas