Hora 7 Vídeo chocante: homem é atacado por bisão de 800 kg e ainda salva criança da morte

Vídeo chocante: homem é atacado por bisão de 800 kg e ainda salva criança da morte

Segundo direção do Parque de Yellowstone, onde o incidente ocorreu, a família se aproximou demais do animal selvagem

  • Hora 7 | Do R7

Resumindo a Notícia

  • Um homem foi atacado por um bisão em um parque dos EUA
  • Ele ainda salvou uma criança que o acompanhava durante o ataque de fúria
  • Mas, segundo testemunha, os dois chegaram perto demais do animal e poderiam ter escapado
  • Direção do parque lembra que é preciso ficar 20 m longe de bisões
De perto foi muito pior, acredite

De perto foi muito pior, acredite

Reprodução/Vídeo/Rob Goodell (via Reddit)

Visitantes do Parque Nacional de Yellowstone, nos Estados Unidos, passaram momentos de terror após serem atacados por um bisão de cerca de 800 kg. O vídeo que flagrou a perseguição mostrou que um homem salvou um garotinho de ser pisoteado pelo bovino gigante.

O homem de 34 anos, ainda não identificado, e a família estavam no parque e se aproximaram mais do que deveriam do animal selvagem.

Ao tentar proteger a criança que o acompanhava, o sujeito acabou atacado e logo depois levado a um hospital próximo, com uma lesão no braço.

"Qualquer um que diga que o bisão atacou aquele cara ou o que quer que seja está falando besteira. O bisão estava apenas protegendo seu terreno", disse Rob Goodell, que filmou o ataque, em entrevista ao jornal Cowboy State Daily.

Segundo ele, a família teve tempo de se afastar do animal, que deixou muito claro não ter gostado nem um pouco da aproximação da dupla.

"Eu nem disse nada durante todo o vídeo, porque apenas assumi que aquele cara terminaria morto", completou Goodell.

A direção do parque reiterou que bisões são animais selvagens e "se sentem ameaçados" com a aproximação de humanos. Visitantes devem manter cerca de 20 m de distância deles, segundo as regras.

Bisões podem pesar até 900 kg e correr três vezes mais rápido que humanos. Em outras palavras: não adianta correr nem enfrentar o bicho.

LEIA ABAIXO: Menina de 9 anos sobrevive após ser lançada no ar por ataque de bisão

Últimas