Hora 7 Youtuber é preso após fazer cachorro voar amarrado a balões

Youtuber é preso após fazer cachorro voar amarrado a balões

O indiano Gaurav John apagou o vídeo após reclamações de várias entidades, mas acabou detido por crueldade contra animais

  • Hora 7 | David Plassa, do R7

Resumindo a Notícia

  • O youtuber indiano Gaurav John foi preso sob acusação de crueldade contra animais.
  • A detenção foi motivado por vídeo no qual o cachorro dele alçado ao ar por meio de balões.
  • O conteúdo acabou excluído do canal de Gaurav após reclamações de diversas organizações.
  • O indiano alega que todas as medidas para assegurar a integridade do animal foram tomadas.
Youtuber indiano foi preso após fazer o cachorro de estimação voar amarrado a balões

Youtuber indiano foi preso após fazer o cachorro de estimação voar amarrado a balões

Reprodução/India Today

O youtuber indiano Gaurav John foi preso sob acusação de crueldade contra animais, depois de compartilhar um vídeo no qual fez o cachorro de estimação voar amarrado a balões de hidrogênio. O conteúdo acabou excluído do canal de Gaurav no YouTube, ao ser sinalizado como impróprio por diversas organizações.

De acordo com o site da revista India Today, a gravação foi realizada em um parque da cidade de Deli, onde o youtuber e a mãe aplaudiam o cachorro suspenso no ar pelas bexigas.

A queixa contra Gaurav foi apresentada em uma delegacia local por membros da People for Animals, organização indiana para o bem-estar animal.

Vale o clique: Coelhos invadem terreno e geram prejuízo de milhares de dólares

Antes de ser detido, o youtuber veio a público para esclarecer o motivo da exclusão do vídeo com o cachorro.

Ele alegou que todas as medidas para assegurar a integridade do animal foram tomadas durante a produção do conteúdo.

Mesmo assim, pediu desculpas a todas as pessoas que se sentiram ofendidas com o vídeo.

Infelizmente, infrações cometidas por youtubers não são mais novidades. Muito deles têm cometido crimes em lives para ganhar dinheiro de fãs. Entenda abaixo!

Últimas