Estado Islâmico
Internacional Afeganistão considera necessária a continuidade das tropas dos EUA

Afeganistão considera necessária a continuidade das tropas dos EUA

Neste momento, talibãs e Washington afirmam que estão mais perto do que nunca de um acordo que pode incluir a retirada americana do país

Guerra no Afeganistão

Presença das tropas estrangeiras continua sendo necessária, diz Afeganistão

Presença das tropas estrangeiras continua sendo necessária, diz Afeganistão

REUTERS/James Mackenzie/File Photo

O Afeganistão afirmou nesta quarta-feira (28) que a presença das tropas estrangeiras continua sendo necessária, em um momento em que os talibãs e os Estados Unidos afirmaram que estão mais perto do que nunca de chegarem a um acordo que pode incluir a retirada americana do país.

"Todos queremos que as forças estrangeiras deixem o país algum dia e que haja paz no Afeganistão. Mas agora necessitamos a presença de forças estrangeiras no Afeganistão durante um tempo para lidar com as ameaças à segurança", disse Sediq Sediqqi, porta-voz do presidente afegão, Ashraf Ghani.

Sediqqi afirmou que uma eventual retirada das forças dos Estados Unidos depende do acordo mútuo entre ambos os países.

A "fase principal" dos acordos de paz deve ser um diálogo entre o governo afegão e os insurgentes para acabar com quase duas décadas de conflito, explicou. No entanto, o porta-voz do escritório político dos talibãs no Catar, Suhail Shaheen, anunciou nesta quarta-feira no Twitter que os insurgentes e os EUA estão perto de um acordo.

Os talibãs insistiram que a retirada das tropas é uma questão fundamental para a conclusão de um acordo durante as nove reuniões realizadas em Doha até o momento e se recusaram a se reunir com o governo afegão até agora.

À espera de um pacto com os EUA que prepare o terreno para um diálogo, o Afeganistão já conta com uma equipe de negociação com 15 membros, cujos nomes não foram divulgados, mas que inclui todos os grupos étnicos, sociais e políticos.