Coronavírus

Internacional África do Sul quer devolver 1 milhão de doses da vacina da AstraZeneca

África do Sul quer devolver 1 milhão de doses da vacina da AstraZeneca

Estudo clínico mostrou que o imunizante tem pouco eficiência contra a variante do coronavírus encontrada no país

Reuters - Internacional
Vacina da AstraZeneca é pouco eficiente contra a variante encontrada na África do Sul

Vacina da AstraZeneca é pouco eficiente contra a variante encontrada na África do Sul

Tiziana Fabi/AFP

A África do Sul quer devolver as 1 milhão de doses da vacina contra a covid-19 que recebeu do Instituto Serum da Índia, informou nesta terça-feira (16) o The Economic Times, uma semana depois de o país afirmar que suspenderia o uso da vacina da AstraZeneca em seu programa de vacinação.

O Instituto Serum da Índia, que está produzindo o imunizante da AstraZeneca, surgiu como um importante fornecedor de vacina. Um milhão de doses chegaram à África do Sul na semana passada, e outras 500 mil deveriam chegar nas próximas semanas.

A empresa disse que não iria comentar a questão.

O Ministério da Saúde do país disse que o governo também pode vender as doses da vacina da AstraZeneca depois que o país paralisou a sua distribuição. Um teste clínico mostrou que o imunizante oferece proteção mínima contra casos leves a moderados da variante do coronavírus dominante na África do Sul.

O país, que ainda não lançou seu programa de vacinação contra a covid-19, decidiu começar a vacinar os profissionais da saúde com o imunizante produzido pela Johnson & Johnson na forma de um "estudo de implementação" com pesquisadores.

Últimas