Novo Coronavírus

Internacional Agência europeia inicia revisão de vacina chinesa Sinovac

Agência europeia inicia revisão de vacina chinesa Sinovac

Segundo comitê, será realizada uma 'análise contínua se baseia nos resultados prévios de estudos de laboratório e estudos clínicos'

  • Internacional | Da AFP

Agência europeia inicia revisão de vacina chinesa Sinovac

Agência europeia inicia revisão de vacina chinesa Sinovac

Sergei Supinsky/AFP - 15.04.2021

A Agência Europeia de Medicamentos (EMA) anunciou nesta terça-feira (4) o início de uma "análise contínua" da vacina do laboratório chinês Sinovac contra a covid-19, o que abre o caminho para uma futura autorização na União Europeia (UE).

Fabricada pela unidade de ciências biológicas da Sinovac Biotech, com sede em Pequim, a vacina contém um coronavírus inativo que não pode provocar a doença, mas que ajuda as pessoas a desenvolverem anticorpos contra o mesmo.

A decisão do Comitê de Medicamentos da EMA de "iniciar a análise contínua se baseia nos resultados prévios de estudos de laboratório e estudos clínicos", afirmou a agência com sede em Amsterdã em um comunicado.

"Os estudos sugerem que a vacina provoca a produção de anticorpos que têm como alvo o SARS-CoV-2, vírus que provoca a covid-19, e pode ajudar a proteção contra a doença", destaca o texto. 

A EMA continuará a revisão da Sinovac até reunir informações suficientes que a empresa possa apresentar um pedido formal para seu lançamento no mercado europeu. 

"Apesar de a EMA não ter condições de prever os prazos, deve levar menos tempo que o normal avaliar uma eventual aplicação em consequência do trabalho feito durante a revisão contínua", afirmou a agência. 

A vacina da Sinovac foi aprovada para uso em fevereiro pela agência reguladora de medicamentos da China. O fármaco é utilizado em vários países, incluindo o Brasil, com o nome de CoronaVac.

Últimas