Internacional Aiatolá que prega a destruição de Israel entra no Brasil sem restrições

Aiatolá que prega a destruição de Israel entra no Brasil sem restrições

Entidades criticaram a visita do xiita Mohsen Araki

Aiatolá que prega a destruição de Israel entra no Brasil sem restrições

Iraniano Mohsen Araki  durante sua chegada no Brasil

Iraniano Mohsen Araki durante sua chegada no Brasil

Roberto Grobman
Mohsen Araki defende a destruição de Israel

Mohsen Araki defende a destruição de Israel

Roberto Grobman

Imagens exclusivas obtidas pela Record TV mostram a chegada do polêmico aiatolá xiita Mohsen Araki ao aeroporto de Guarulhos, nesta quinta-feira (27). A visita do iraquiano, radicado no Irã, foi fortemente criticada por entidades judaicas, já que Araki não só prega a destruição de Israel como teria ligações com organizações radicais.

A sua presença no Brasil provocou a reação da secretária de Direitos Humanos do Rio, Teresa Bergher, que encaminhou um pedido formal ao Ministério da Justiça e ao Itamaraty solicitando o veto à entrada do xiita.

Por isso, o Ministério da Justiça acionou a Polícia Federal para que o aitolá fosse monitorado durante sua estadia no Brasil. Entretanto, nas imagens, Araki aparece entrando no Brasil livremente, sem qualquer restrição.

O iraquiano, membro do Conselho de Notáveis do Irã, deveria fazer uma palestra no próximo sábado (29) no Novotel Center Norte, em São Paulo, mas o evento no local foi cancelado.

Na semana passada, a Fisesp (Federação Israelita do Estado de São Paulo) e a Conib (Confederação Israelita do Brasil) entraram em contato com autoridades diplomáticas brasileiras para repudiar a vinda do aiatolá xiita ao Brasil.