Novo Coronavírus

Internacional Alemanha ampliará obrigação do uso de máscara contra covid-19

Alemanha ampliará obrigação do uso de máscara contra covid-19

Governo de Angela Merkel também quer fechar bares e restaurantes do país durante a noite, numa tentativa de frear a expansão do coronavírus

  • Internacional | Da EFE

Merkel quer ampliação do uso de máscaras na Alemanha, para conter o coronavírus

Merkel quer ampliação do uso de máscaras na Alemanha, para conter o coronavírus

Henning Schaht / Pool via EFE - EPA - 14.10.2020

O governo da chanceler Angela Merkel pretende ampliar a obrigatoriedade do uso da máscara na Alemanha, além do fechamento noturno de bares e restaurantes devido ao aumento de casos do novo coronavírus no país.

Leia também: Em pânico, Europa se prepara para segunda onda de covid-19

Agora, o nível a partir do qual essas restrições serão impostas será de 35 infecções por 100 mil habitantes durante sete dias, informa a revista "Der Spiegel". Até o momento, era aconselhável reforçar as medidas após 50 infecções por 100 mil habitantes em sete dias.

A informação foi divulgada antes do encontro entre Merkel e as autoridades regionais, responsáveis pela implementação das medidas previamente acordadas com o governo federal.

Explosão de casos

A Alemanha registrou hoje 5.132 novas infecções por Covid-19, o maior nível desde abril, segundo novos números do Instituto Robert Koch (RKI) de virologia. A marca se aproxima do pico de casos registrado no país, no final de março e início de abril, com cerca de 6 mil diários.

Ontem, o número de novas infecções foi de 4.122. Desde o início da pandemia, a Alemanha teve 334.585 casos confirmados, com um total de 9.677 mortes.

O encontro de Merkel com as autoridades regionais ocorre em meio a demandas de diversos setores — inclusive de alguns estados federados — para uma harmonização das medidas a serem aplicadas.

Em vários estados federados, novas restrições foram introduzidas, como o fechamento de bares e restaurantes após às 23h (hora local) e a proibição da venda de bebidas alcoólicas após esse horário.

A maioria dos estados também proibiu hotéis de receber hóspedes de áreas consideradas de risco, ou seja, locais com incidência semanal de mais de 50 novas infecções por 100 mil habitantes durante sete dias.

Apenas se os hóspedes apresentarem teste negativo, de menos de 48 horas, é que podem ser dispensados desta proibição

Últimas