Reino Unido

Internacional Ameaça terrorista no Reino Unido é real, diz chefe da Inteligência

Ameaça terrorista no Reino Unido é real, diz chefe da Inteligência

Segundo especialista, a volta do talibã ao comando do Afeganistão pode 'estimular' os extremistas que vivem no país

AFP
Retorno do talibã ao poder pode estimular extremistas no Reino Unido

Retorno do talibã ao poder pode estimular extremistas no Reino Unido

WANA (West Asia News Agency) via REUTERS - 5.9.2021

O chefe dos serviços britânicos de Inteligência Interna MI5, Ken McCallum, afirmou nesta sexta-feira (10) que a ameaça terrorista continua sendo "real e duradoura" no Reino Unido e que a volta dos talibãs ao poder no Afeganistão pode "estimular" os extremistas no país. 

Em entrevista à rede BBC, o diretor do MI5, Ken McCallum, disse que, com a ajuda da polícia, sua organização "abortou 31 projetos de atentado em estado avançado no Reino Unido" nos últimos quatro anos, "principalmente projetos islâmicos", mas também um "número crescente" de planos de ataque da extrema direita.

McCallum acrescentou que seis projetos de atentado foram desmantelados nos últimos dois anos, durante a pandemia da covid-19.

"De modo que, sinto informar, a ameaça terrorista ao Reino Unido é algo real e duradouro", declarou McCallun, na véspera do 20º aniversário dos ataques da rede Al-Qaeda nos Estados Unidos.

Ao ser questionado sobre o retorno dos talibãs ao poder mês passado, no Afeganistão, o diretor do MI5 considerou que isso, provavelmente, "animou" os extremistas.

"Não há dúvida de que os acontecimentos no Afeganistão servirão de estímulo e incentivo para  alguns desses extremistas, e minha organização está concentrada em seguir vigilante contra esse tipo de risco e outras ameaças" neste momento, completou.

A ameaça terrorista não muda "de um dia para o outro", frisou, acrescentando, no entanto, que pode haver um "impulso ao ânimo dos extremistas presentes aqui, ou em outros países".

Últimas