EUA x Irã
Internacional Após ataques a bases dos EUA, Trump diz que 'tudo está bem'

Após ataques a bases dos EUA, Trump diz que 'tudo está bem'

A Guarda Revolucionária do Irã assumiu a autoria do bombardeio, justificando uma retaliação pela morte do general Qassem Soleimani na semana passada

Donald Trump, presidente dos EUA

Donald Trump, presidente dos EUA

Jonathan Ernst / Reuters - 7.1.2020

Após o ataque iraniano a duas bases dos Estados Unidos no Iraque, o presidente norte-americano, Donald Trump, disse, na noite desta terça-feira, que "tudo está bem" e prometeu fará uma declaração sobre o assunto nesta quarta-feira (8). 

Pelo Twitter, Trump afirmou que está sendo feita uma avaliação das vítimas e dos danos ocorridos. 

"Por enquanto, tudo bem! Temos, de longe, as forças armadas mais poderosas e bem equipadas do mundo! Farei uma declaração amanhã de manhã".

A Casa Branca já havia informado que não haveria, nesta terça-feira, declarações adicionais escritas sobre o ataque a mísseis promovidos pelas forças iranianas a bases dos Estados Unidos no Iraque.

A rede de notícias CNN chegou a informar que a equipe presidencial estava preparando um discurso para que Trump falasse à nação.

Mas, pelo Twitter, a secretária de imprensa de Trump, Stephanie Grisham, desmentiu a informação.

Veja também: Conselho de Segurança do Irã fala em 13 cenários de vingança

“Isso não é verdade – nunca foi verdade – ninguém tentou confirmar com a assessoria de imprensa antes de twitar”, escreveu ela.

Após os ataques, o presidente Trump se reuniu com o vice-presidente, Mike Pence, e as principais autoridades de segurança nacional dos Estados Unidos. Pence, o secretário de Estado, Mike Pompeo, e o secretário de Defesa, Mark Esper, já deixaram a Casa Branca.

Apesar das ameaças do Irã e da crescente tensão entre os dois países durante esta semana, durante o dia, Trump voltou a defender sua decisão de ordenar o ataque que matou o general iraniano Qassem Soleimani. Ele alegou que o comandante das Forças Especiais do Irã estava planejando um "grande ataque". O presidente, no entanto, não deu nenhum detalhe sobre onde ou quando isso aconteceria.

Ataques

Duas bases aéreas dos EUA no Iraque foram atacadas na noite desta terça-feira (7), madrugada de quarta no horário local) por foguetes, disparados pela Guarda Revolucionária do Irã em retaliação à morte do general Qassem Soleimani na semana passada.

Veja também: Vídeo mostra momento em que foguetes atingem base dos EUA

Ainda não há informações sobre vítimas ou danos às bases norte-americanas.

A Guarda Revolucionária do Irã assumiu a responsabilidade pelo ataque e, em comunicado, alertou os Estados Unidos e aliados sobre possíveis retaliações.

O general Qassem Soleimani foi morto na semana passada durante um bombardeio, autorizado por Donald Trump. Além do chefe do Quds, força de elite da Guarda Revolucionária do Irã, outras seis pessoas morreram no ataque.