Novo Coronavírus

Internacional Argentina autoriza aplicação da Sputnik V para maiores de 60 anos

Argentina autoriza aplicação da Sputnik V para maiores de 60 anos

Agência de vigilância sanitária disse que padrões de segurança da vacina russa são aceitáveis para o grupo etário

Vacinação da Sputnik V na Argentina

Vacinação da Sputnik V na Argentina

Agustin Marcarian/Reuters - 29.12.2020

A Administração Nacional de Medicamentos, Alimentos e Tecnologia Médica da Argentina (Anmat) anunciou nesta quarta-feira que foi autorizada a aplicação da vacina Sputnik V em pessoas com mais de 60 anos de idade no país.

Atualmente, no país, já o plano de imunização da população avança para a aplicação da segunda dose nos profissionais de saúde.

"Depois de ter analisado a informação da vacina Sputnik V (Gam-COVID-Vac), se estabelece que os parâmetros de segurança, imunogenicidade e eficácia, são aceitáveis para o grupo etário de maiores de 60 anos", indica comunicado emitido pela Anmat.

As informações enviadas para o órgão regulador argentino indicaram uma taxa de eficácia de 91,8% da vacina para as pessoas com mais de 60 anos (em um total de 2.144 voluntários).

A imunização dos participantes dos testes clínicos apontou para a formação de anticorpos em 98,1% das pessoas após 28 dias da aplicação, sem que as variáveis de segurança fossem diferentes a do restante da população.

No mês passado, a Anmat recomendou a autorização emergencial pelo Ministério da Saúde argentino da Sputnik V, que está sendo aplicada desde 29 de dezembro, quando chegou o primeiro lote de 300 mil agentes imunizantes enviados pela Rússia.

Ontem, foi iniciada a aplicação da segunda dose da vacina, para as pessoas que receberam a inicial há mais de 21 dias.

Últimas