Novo Coronavírus

Internacional Argentina detecta quatro casos da variante brasileira do coronavírus

Argentina detecta quatro casos da variante brasileira do coronavírus

Ministro da saúde alerta para a necessidade de um monitoramento das fronteiras para controlar a entrada do vírus no país

  • Internacional | Da EFE

Quatro casos da variante brasileira do coronavírus são identificados na Argentina

Quatro casos da variante brasileira do coronavírus são identificados na Argentina

Juan Ignacio Roncoroni/EFE/Arquivo

O ministro da Saúde da Argentina, Ginés González García, anunciou nesta segunda-feira (8) a detecção no país de mais quatro casos de variantes do novo coronavírus procedentes do Brasil.

"Recentemente, foi detectada a variante do Amazonas P.1, em duas amostras, e da variante do Rio de Janeiro P.2, em outros dois viajantes, todos vindos do Brasil", afirmou o integrante do governo, através de postagem no Twitter.

González García que as identificações das variantes "reforçam a importância da implantação de uma vigilância epidemiológica genômica ativa para monitorar a introdução dessas variantes no país".

"Com esse propósito, foi adquirido o equipamento com a tecnologia mais avançada para sequenciamento genômico completo na região e no mundo. Nesta maneira, a Argentina se situa entre os países com o mais moderno monitoramento genômico do SARS-CoV-2", escreveu.

No sábado (7), o governo do país anunciou a aquisição de uma máquina que vigia minuto a minuto as eventuais mutações do patógeno, a primeira da América do Sul.

A CovidSeq foi adquirida junto a companhia americana Illumina por US$ 992,6 mil (R$ 5,34 milhões) e foi instalada na Unidade de Contenção Biológica do Instituto Anlis-Malbrán, em Buenos Aires.

O equipamento permite processar cerca de 6 mil amostras por semana. Até o momento, o limite era de cerca de 300, apenas.

Antes dos casos anunciados hoje, as autoridades de saúde da Argentina tinham anunciado em 16 de janeiro a detecção da variante britânica do novo coronavírus.

Últimas