Novo Coronavírus

Internacional Assessor de Segurança Nacional dos EUA dá positivo para covid-19

Assessor de Segurança Nacional dos EUA dá positivo para covid-19

Robert O'Brien já está trabalhando isoladamente. Este é o caso envolvendo funcionário do mais alto patamar do governo chefiado por Donald Trump

  • Internacional | Da EFE

Funcionário já foi afastado pela Casa Branca para proteção do presidente

Funcionário já foi afastado pela Casa Branca para proteção do presidente

EFE/ Erik Simander/30.07.2019

O assessor de Segurança Nacional da presidência dos Estados Unidos, Robert O'Brien, deu positivo em teste para o novo coronavírus e está isolado, conforme informou nesta segunda-feira (27) a Casa Branca, por meio de comunicado.

Este é o caso envolvendo funcionário do mais alto patamar do governo chefiado por Donald Trump, desde o início da pandemia da covid-19, a doença provocada pelo patógeno.

"Ele tem sintomas leves, se isolou voluntariamente e trabalha em um lugar seguro", apontou o comunicado em que foi revelado o resultado do teste de diagnóstico de O'Brien.

Último encontro com Trump

A última aparição pública do assessor junto a Trump foi em 10 de julho, durante visita à sede do Comando Sul do Exército, em Miami. Não há informação de encontro posterior, mas a Casa Branca já tratou de afastar qualquer risco à cúpula do governo.

"Não há risco de exposição ao presidente ou ao vice-presidente (Mike Pence). E o trabalho do Conselho de Segurança Nacional se mantém sem interrupção", indica o comunicado.

Recentemente, O'Brien, que sucedeu o polêmico John Bolton, esteve em uma viagem à Europa, em que se reuniu com funcionários dos governos de Alemanha, França, Itália e Reino Unido.

Segundo a emissora de televisão americana CNN, que cita como fonte uma pessoa da família do assessor, o último dia de trabalho presencial dele foi na quinta-feira (23), quando precisou deixar rapidamente a Casa Branca.

Últimas