Internacional Assistente defende que governador de NY seja responsabilizado

Assistente defende que governador de NY seja responsabilizado

Declaração foi feita por Brittany Commisso ao CBS This Morning. Andrew Cuomo é acusado de assédio sexual - ele nega

Na imagem, governador Andrew Cuomo (Nova York)

Na imagem, governador Andrew Cuomo (Nova York)

Mary Altaffer / Pool via AFP - 10.5.2021

Brittany Commisso, uma assistente executiva do governador de Nova York, Andrew Cuomo, acusado de assédio sexual, afirmou que o político precisa ser responsabilizado.

A assistente é uma das 11 mulheres mencionadas no relatório da Procuradora Geral do Estado de Nova York, Letitia James, que alegou que o governador assediou sexualmente várias mulheres e violou leis estaduais e federais. Cuomo nega as acusações.

Em entrevista ao CBS This Morning, Brittany afirmou que em 2019 e 2020 o governador “se envolveu em abraços íntimos”, incluindo um episódio de quando ele “enfiou a mão por baixo da blusa e agarrou seu seio”. Durante outro incidente, enquanto a assistente tirava uma selfie, ela disse que Cuomo “colocou a mão, esfregou e agarrou sua bunda”.

“O que ele fez comigo foi um crime”, disse ao CBS This Morning e ao Times Union. “Ele infringiu a lei”, completou.

Brittany contou que não se manifestou na época dos fatos porque achava que ela não seria acreditada. “As pessoas não entendem que este é o governador do Estado de Nova York. Tem soldados que estão fora da mansão e alguns funcionários da mansão. Esses soldados que estão lá, eles não estão lá para me proteger. Eles estão lá para protege-lo”, afirma.

Últimas