Internacional Ataque a consulado da China no Paquistão acaba com sete mortos

Ataque a consulado da China no Paquistão acaba com sete mortos

Grupo separatista Baloch Liberation Army assumiu a responsabilidade pelo incidente em sua conta do Twitter

Ataque no Paquistão

Grupo separatista reivindicou a responsabilidade

Grupo separatista reivindicou a responsabilidade

Akhtar Soomro/Reuters – 23.11.2018

Suspeitos armados atacaram o consulado da China na cidade de Karachi, no Paquistão, e deixaram quatro mortos, segundo as informações da CNN. 

Os três suspeitos de cometer o atentado também morreram durante o ataque.

O grupo separatista Baloch Liberation Army assumiu a responsabilidade pelo incidente em sua conta do Twitter.

No entanto, não há informações oficiais sobre o envolvimento do grupo no ataque. 

O grupo afirmou que o objetivo do ataque seria de "limpeza", já que não "tolerariam qualquer esforços expansionistas militares chineses em solo Baloch".

Dois dos quatro inocentes mortos estavam vestidos com uniformes policiais, de acordo com o chefe da emergência do hospital Jinnah, Seemi Jamali.

O primeiro ministro do Paquistão, Imran Khan, condenou o ataque e pediu investigações sobre o caso. Segundo Jamali, o ataque é "parte de uma conspiração contra cooperação econômica e estratégica entre o Paquistão e a China".