Estado Islâmico

Internacional Ataque contra hospital militar em Cabul deixa ao menos 25 mortos

Ataque contra hospital militar em Cabul deixa ao menos 25 mortos

Segundo o Talibã, a ação cometida por membros do Estado Islâmico na capital do Afeganistão também deixou 40 feridos

Agência EFE
Vítimas da explosão foram transferidas para um hospital de emergência

Vítimas da explosão foram transferidas para um hospital de emergência

Stringer / EFE - EPA - 2.11.2021

O ataque ocorrido nesta terça-feira (2) contra um hospital militar localizado em Cabul, no Afeganistão, deixou pelo menos 25 mortos e 40 feridos, de acordo com balanço divulgado por um integrante dos talibãs, que pediu para não ser identificado.

"Nossa informação inicial sugere que o ataque foi realizado por combatentes do Estado Islâmico", disse a fonte à equipe da Agência Efe na capital afegã.

De acordo com o integrante dos talibãs, as forças de segurança locais conseguiram abater os responsáveis pela ação contra o hospital militar.

Uma testemunha, que também preferiu não se identificar, revelou que o ataque foi realizado com armas de fogo e granadas de mão, além de ser dirigido contra membros do grupo fundamentalista que está no controle do Afeganistão desde meados de agosto.

Mais cedo, o porta-voz do Ministério do Interior afegão, Qari Sayed Khosty, confirmou à Agência Efe a ocorrência do ataque contra o hospital Sardar Mohammad Daoud Khan, que fica no centro da capital afegã e tem capacidade para 400 leitos.

O centro de saúde é o principal de atendimento a militares na capital do Afeganistão e está localizado a poucos metros da Embaixada dos Estados Unidos no país asiático.

Até o momento, nenhum grupo reivindicou a autoria do ataque desta terça-feira.

Em março de 2017, o mesmo hospital foi alvo de ataque cuja autoria foi assumida pelo Estado Islâmico, em que morreram mais de 30 pessoa

Últimas