Internacional Ataques a mesquitas na Nova Zelândia: o momento em que um dos suspeitos é preso

Ataques a mesquitas na Nova Zelândia: o momento em que um dos suspeitos é preso

Pelo menos 49 pessoas foram mortas a tiros em atentados nesta sexta-feira em duas mesquitas na cidade de Christchurch; quatro pessoas  foram presas

Ataques a mesquitas na Nova Zelândia: o momento em que um dos suspeitos é preso

Os ataques deixaram pelo menos 49 mortos e mais de 20 feridos

Os ataques deixaram pelo menos 49 mortos e mais de 20 feridos

Reprodução/BBC

Quatro pessoas - três homens e uma mulher - foram presas após ataques a tiros em duas mesquitas na cidade de Christchurch, na Nova Zelândia, nesta sexta-feira.

Os ataques deixaram pelo menos 49 mortos e mais de 20 feridos.

Imagens mostram a polícia tirando um deles de um carro, que está com uma das rodas no ar.

O veículo foi bloqueado pela viatura policial. Em seguida, dois policiais armados retiram o motorista e o imobilizam no chão.

A primeira-ministra do país, Jacinda Ardem, classificou os ataques de atos terroristas. E o primeiro-ministro da Austrália, Scott Morrison, descreveu um dos atiradores, que tem nacionalidade australiana, como "terrorista violento de extrema direita".

Um dos atiradores acoplou uma câmera à cabeça e transmitiu sua ação ao vivo pelas redes sociais. Ele aparece disparando indiscriminadamente contra fiéis no interior de uma das mesquitas. As cenas foram removidas pelo Facebook.

Ainda não está claro quantas pessoas participaram dos ataques, ou como foi exatamente a sequência dos eventos.