Aterrissa na França 1º voo fretado para retirar franceses de Wuhan

Cerca de 200 passageiros não apresentam sintomas do coronavírus e foram testados antes do embarque; exames serão refeitos no desembarque

França repatriou 200 pessoas que viviam em Wuhan

França repatriou 200 pessoas que viviam em Wuhan

CADU ROLIM/FOTOARENA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

O primeiro voo fretado pela França para repatriar cidadãos que estavam na cidade chinesa de Wuhan, epicentro da epidemia do novo coronavírus, aterrissou nesta sexta-feira (31) na base militar de Istres, no sudeste do país, com cerca de 200 passageiros a bordo.

O avião, um A340 militar, saiu da cidade chinesa 12 horas antes, com passageiros sem sintomas do coronavírus e que foram submetidos a exames médicos antes do embarque.

Esses mesmos exames serão refeitos no desembarque, antes que os passageiros sejam transferidos para um centro de lazer em Carry-le-Rouet, onde deverão ficar em quarentena por 14 dias, o tempo de incubação do coronavírus.

A França prevê fretar um segundo voo nas próximas horas para transportar outros franceses que queiram sair de Wuhan, além de cidadãos de outras nacionalidades, principalmente europeias.