Ativistas removem estátua do rei Leopoldo 2º em Bruxelas

Várias representações deste e de outro monarca, Baudouin, foram vandalizadas, com obras sendo queimadas e pintadas com tinta vermelha

Antes de retirada, estátua havia sido alvo de pixação

Antes de retirada, estátua havia sido alvo de pixação

Francois Lenoir/Reuters - 10.6.2020

Uma estátua do rei Leopoldo 2º da Bélgica foi removida de seu pedestal por ativistas em Bruxelas durante a noite de quinta-feira (11), informou a emissora belga RTBF.

Entenda o debate sobre estátuas derrubadas em protestos

Um jornalista da Reuters encontrou apenas um pedestal vazio no bairro de Auderghem nesta sexta-feira (12) e nenhum sinal da estátua do rei, que governou o Estado Livre do Congo por grande parte de seu reinado, de 1865 a 1909.

Estátuas do monarca da era colonial, cujas tropas mataram e mutilaram milhões de pessoas no Congo, tornaram-se foco de raiva e debate na Bélgica em meio a protestos mundiais que se seguiram à morte de George Floyd em 25 de maio, em Mineápolis, nos Estados Unidos.

Várias representações de Leopoldo 2º foram vandalizadas, com estátuas queimadas e pintadas com tinta vermelha.

Paralelamente, uma estátua do rei Baudouin -- o monarca da Bélgica com segundo maior reinado depois de Leopoldo 2º -- foi encontrada manchada de vermelho em um parque em frente à Catedral de São Miguel e Santa Gudula, em Bruxelas, nesta sexta-feira. A palavra "reparação" estava pintada na parte traseira.

"Não é assim que procedemos em uma democracia. Não é assim que colocamos a história de volta no caminho certo", disse o prefeito de Auderghem, Didier Gosuin, à RTBF. "Pelo contrário, são atos que chocam, bloqueiam, criam tensões, conflitos."

Gosuin afirmou que o município de Auderghem havia retirado há alguns dias uma frase de um memorial que homenageava "aqueles que trouxeram a civilização para o Congo".

Manifestações tomaram as ruas dos EUA e houve protestos menores em toda a Europa desde a morte de George Floyd, um norte-americano negro desarmado morto por um policial branco que ajoelhou-se por quase nove minutos sobre seu pescoço em Minneapolis.