Novo Coronavírus

Internacional Ato de trabalhadores da saúde em Paris termina com bombas e presos

Ato de trabalhadores da saúde em Paris termina com bombas e presos

Dezenas de atos foram realizados na França para reivindicar investimento no sistema público; polícia entrou em confronto com pequeno grupo na capital

Marcha da saúde em Paris teve confronto da polícia com grupo de manifestantes

Marcha da saúde em Paris teve confronto da polícia com grupo de manifestantes

Charles Platiau / Reutes - 16.6.2020

Uma grande manifestação convocada pelos trabalhadores do setor da saúde na França tomou conta da região central de Paris nesta terça-feira (16), pedindo mais investimentos em hospitais públicos e o cumprimento das políticas de valorização das equipes que participaram intensamente do combate à pandemia de covid-19 no país.

Um pequeno grupo, agindo fora da área da marcha convocada pelos sindicatos, entrou em confronto com a polícia. O Comando da Polícia de Paris  informou que 24 pessoas foram detidas. O ato foi dispersado por bombas de gás.

A polícia de Paris afirmou, no Twitter, que "grupos violentos" tentaram "interromper um protesto pacífico dos trabalhadores da saúde".  Junto ao tuíte, havia imagens em vídeo de vários manifestantes empurrando um carro capotado no meio de uma avenida da capital francesa.

_

Últimas