Internacional Autor de ataque antissemita na Alemanha recebe prisão perpétua

Autor de ataque antissemita na Alemanha recebe prisão perpétua

Stephan Balliet tem 28 anos e ideologia alemã de extrema-direita considerada um 'perigo' à sociedade, retirando assim a opção de liberdade condicional

  • Internacional | Da EFE

Balliet durante julgamento nesta segunda-feira

Balliet durante julgamento nesta segunda-feira

EFE/EPA/JENS SCHLUETER

Stephan Balliet, o autor do ataque antissemita à sinagoga em Halle, no leste da Alemanha, em outubro do ano passado, foi condenado à prisão perpétua nesta segunda-feira (21).

De acordo com a sentença, a pena significa pelo menos 15 anos de prisão para Balliet, que tem 28 anos e uma ideologia alemã de extrema-direita considerada como um "perigo" para a sociedade, retirando assim a opção de liberdade condicional.

A decisão, que segue amplamente o pedido da acusação, estabelece que o acusado está em pleno gozo dos seus poderes, ao contrário do que foi argumentado pela defesa.

Um laudo pericial psiquiátrico determinou durante o processo que o acusado poderia ser processado.

A Procuradoria-Geral considerou que Balliet planejou "um ataque assassino contra cidadãos da religião judaica" guiado por sua ideologia "antissemita, racista e xenófoba".

No dia 9 de outubro de 2019, Balliet tentou invadir a sinagoga Halle, fortemente armado, durante a celebração do Yom Kippur (com mais de 50 judeus dentro), mas não conseguiu - apesar de atirar na fechadura - porque ela estava protegida em seu interior.

Ele então começou a atirar aleatoriamente pelo centro de Halle, matando uma mulher de 40 anos perto da sinagoga e, pouco depois, um jovem de 20 anos em um restaurante de fast food turco. Horas depois, ele foi preso.

Balliet transmitiu o ataque ao vivo através da plataforma da Internet "Twitch", geralmente utilizada para transmissões ao vivo de videogames, e postou um manifesto de extrema-direita e xenófobo na web.

Últimas