Banda country muda de nome para evitar associação com termo racista

Lady Antebellum passará a se chamar Lady A, já que 'Antebellum' é uma palavra associada à escravidão no sul dos Estados Unidos

Banda country trocou de nome para evitar associação com um termo racista

Banda country trocou de nome para evitar associação com um termo racista

Reprodução/Facebook/Lady A

A banda country Lady Antebellum passará a se chamar Lady A, já que o termo usado anteriormente é uma palavra associada à escravidão no sul dos Estados Unidos.

A troca de nome foi confirmada nesta quinta-feira (11), em anúncio nas redes sociais. A banda se lamentou por demorar para levar em conta as conotações da palavra e que nas últimas semanas abriu "os olhos para as injustiças, a desigualdade e os prejuízos que as pessoas negras sempre enfrentaram".

"Antebellum" é um termo que significa "antes da guerra", e que na cultura americana é vinculado ao momento em que os estados do sul defendiam a escravidão, prática que levou à Guerra Civil.

"Quando começamos, há quase 14 anos, nomeamos a nossa banda em homenagem à casa de estilo sulista 'antebellum' onde tiramos nossas primeiras fotos. Como músicos, nos lembrávamos de toda a música nascida no sul e que nos influenciou", explicou o grupo.

"Mas lamentamos dizer que não levamos em conta as associações desta palavra que se referem ao período da história anterior à guerra civil, que inclui a escravidão", acrescentou.

A partir de agora, a banda se chamará Lady A, um apelido já utilizado pelos fãs. A decisão foi tomada após um período de "reflexão pessoal, discussão e muitas conversas honestas com alguns amigos e colegas negros mais próximos".

Homem invade protesto com carro e atira em manifestante nos EUA