EUA x Irã
Internacional Base no Iraque que recebe tropas dos EUA é atingida por 2 foguetes

Base no Iraque que recebe tropas dos EUA é atingida por 2 foguetes

É a terceira base da coalizão entre iraquianos e norte-americanos atingida por mísseis após atentado com drone que matou general iraniano Soleimani

tropas dos eua no iraque

Base acolhe tropas dos EUA e Iraque, perto de Bagdá

Base acolhe tropas dos EUA e Iraque, perto de Bagdá

Capt. Stephen James / US Army - 19.7.2017

Ao menos dois foguetes Katyusha atingiram nesta terça-feira (14) a base militar de Al Tayi — também conhecida como Base Taji ou Camp Cooke —, a cerca de 20 quilômetros ao norte de Bagdá e onde há tropas de Iraque e Estados Unidos.

Uma fonte do Ministério do Interior iraquiano disse à Agência Efe que os foguetes caíram dentro do quartel, mas ainda não havia relatos de mortes ou danos materiais.

É o quarto ataque a bases usada pela coalizão militar que atua no Iraque, formada em sua maioria por tropas iraquianas e norte-americanas em uma semana.

Ataques mais frequentes

Esse tipo de ataque tornou-se mais frequente em bases iraquianas com presença de tropas americanas desde que o governo dos EUA matou o general iraniano Qasem Soleimani, chefe da Força Quds, unidade especial da Guarda Revolucionária do Irã, em um ataque em Bagdá no último dia 3.

No dia 7, o Irã promoveu um ataque contra a base de Al Asad, em aberta retaliação pela morte de Soleimani.

Depois disso, outros dois ataques com foguetes foram registrados, ambos contra a base de Al Balad, sem que ninguém tenha assumido a autoria. No dia 9, um foguete caiu a poucos metros da base. No dia 12, sete foguetes atingiram Al Balad, deixando feridos.

Antes da morte de Soleimani, outros ataques, com menor frequência, também tiveram como alvo bases com atuação de militares americanos.

A de Al Tayi, por exemplo, já tinha sido atingida por foguetes Katyusha em maio e junho do ano passado.