Bases militares estão vazias após 'sumiço' de forças iraquianas

O grupo extremista ISIS quer criar um Estado totalmente islâmico 

Bases militares estão vazias após 'sumiço' de forças iraquianas

    • Internacional
    • por
      BBC NEWS BRASIL
Os curdos que estavam nas fronteiras abandonaram seus postos diante das ofensivas sunitas

Os curdos que estavam nas fronteiras abandonaram seus postos diante das ofensivas sunitas

BBC

Tropas curdas ocupam parte do território iraquiano no norte do país depois que forças do governo abandonaram suas posições diante da ofensiva de militantes sunitas.

Em uma região próxima à fronteira com a Síria, militares curdos desfilam triunfantes em uma área antes disputada com soldados iraquianos.

Eles avançaram sem obstáculos. Nenhum tiro foi disparado.

Durante anos, curdos e forças do governo iraquiano conviveram em clima de tensão, cada centímetro de terra vigiado com cuidado.

Mas, de repente, o Exército iraquiano, ao que parece, desapareceu.

Crise no Iraque: EUA reforçam segurança na embaixada em Bagdá

Um oficial curdo diz que ao menos 20 posições foram abandonadas apenas em uma região. E outras centenas no noroeste, leste e centro do país.

Em uma das bases antes ocupadas pelo Exército, é possível ver os traços do misterioso sumiço dos soldados diante de militantes sunitas. Não houve confronto. Eles simplesmente abandonaram seus uniformes e fugiram.

Durante décadas, os curdos se rebelaram contra Bagdá a partir de bastiões encravados nas montanhas.

Hoje, eles estão mais próximos do que nunca da independência e da formação de um Estado independente.

Mas o perigo ainda está por perto. Ao longo de suas fronteiras, eles correm o mesmo risco dos iraquianos e podem a qualquer momento ter de enfrentar os militantes jihadistas.

O que acontece no mundo passa por aqui

Seja bombardead@ de boas notícias. R7 Torpedos