Novo Coronavírus

Internacional Bélgica prende 57 após protesto por morte de rapaz que furou bloqueio

Bélgica prende 57 após protesto por morte de rapaz que furou bloqueio

Homem de 19 anos estava em moto, quando recebeu ordem de parada da polícia e foi atropelado. Presença na rua é restrita, mas não proibida no país

  • Internacional | Da EFE

Circulação é restrita na Bélgica por causa da covid

Circulação é restrita na Bélgica por causa da covid

Stephanie Lecocq/EFE – 09.04.2020

Até 57 pessoas foram presas nas primeiras horas deste domingo (12), no bairro de Anderlecht, em Bruxelas, depois de motins e manifestações em protesto pela morte de um homem de 19 anos na sexta-feira passada, atropelado por um carro de patrulha enquanto tentava escapar de um controle policial. .

Segundo a agência de notícias Belga, os tumultos aumentaram na noite de sábado, após vários protestos durante o dia, proibidos devido a restrições da pandemia de coronavírus, que levou as forças de segurança a se mudarem para a área.

À noite, de acordo com a Belga, os manifestantes jogaram pedras em carros da polícia e atearam fogo a veículos e equipamentos públicos nas ruas, levando a 57 prisões pelas forças de segurança.

Também foi aberta uma investigação pelo roubo de uma arma que estava dentro de um veículo policial.

A polícia não descarta que os incidentes possam continuar neste domingo e planejou um "sistema de intervenção reforçado" pelo qual eles também podem recorrer a agentes de outras comunas da capital belga ou mesmo da polícia federal se a situação se complicar.

A causa dos incidentes foi a morte, na sexta-feira à noite, de um homem de 19 anos que estava pilotando uma moto scooter. Ele recebeu ordem de parada pela polícia, que queria interrogá-lo por sua presença na rua, o que é restrito (embora não proibido) devido à pandemia.

O jovem tentou fugir e foi atropelado por outro carro de patrulha que estava chegando como reforço aos agentes iniciais.

Uma investigação está em andamento para determinar as circunstâncias do acidente.

A Bélgica registrou, nas últimas 24 horas, 268 mortes a mais por coronavírus, com um total de 3.600 mortes, das quais 54% ocorreram no hospital e 41% em casas de repouso, enquanto o restante ocorreu em casas ou em outros lugares.

Os 1.629 novos casos registrados no último dia elevam o total para 29.647 infectados no país, mas, nas últimas 24 horas, houve muito mais altas médicas (477) do que novas hospitalizações (392). O número de pessoas em terapia intensiva está em 1.223.

Últimas