Internacional Biden adia encontro com premiê de Israel após explosões em Cabul

Biden adia encontro com premiê de Israel após explosões em Cabul

Presidente dos EUA também postergou uma coletiva sobre o combate à pandemia de covid-19 nos EUA

Agência EFE
Presidente dos EUA acompanha o desenrolar dos acontecimentos no Afeganistão

Presidente dos EUA acompanha o desenrolar dos acontecimentos no Afeganistão

Stefani Reynolds / Pool via EFE - EPA - 25.8.2021

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, adiou o encontro com o primeiro-ministro de Israel, Naftali Bennett, que começaria às 11h30 (horário local; 12h30 em Brasília) desta quinta-feira, após as explosões ocorridas perto do aeroporto de Cabul, no Afeganistão.

Leia também: Americanos e até crianças afegãs estão entre as vítimas de explosões

A Casa Branca informou que a reunião entre ambos foi adiada e não divulgou um novo horário para o início. Neste momento, Biden está na Sala de Crise acompanhando o que houve em Cabul, onde há vítimas americanas, junto com o secretário de Estado, Antony Blinken, e o da Defesa, Lloyd Austin, segundo a imprensa local.

Em comunicado, um porta-voz do gabinete de Bennett também confirmou que a reunião "foi adiada momentaneamente" devido "aos acontecimentos no Afeganistão".

Também estava prevista para esta quinta-feira uma entrevista coletiva com a equipe que coordena o combate à pandemia de covid-19 nos EUA.

Governo em alerta

A vice-presidente americana, Kamala Harris, que está em Guam a caminho dos EUA, após ter visitado o Vietnã, foi informada sobre os ataques em Cabul, disse um funcionário de alto cargo do governo.

O Pentágono confirmou que ocorreram ao menos duas explosões fora do aeroporto de Cabul e que esses ataques deixaram "várias vítimas americanas e civis".

Segundo a rádio pública "NPR" e a emissora "Fox", três militares americanos ficaram feridos, informações que não foram confirmadas por nenhuma fonte oficial.

A imprensa afegã e a ONG italiana Emergency, que tem um hospital em Cabul, afirmaram que mais de dez pessoas morreram e cerca de 60 ficaram feridos em duas explosões perto do aeroporto, onde milhares de afegãos se aglomeravam para tentar sair do país algum voo de evacuação.

Últimas