Internacional Biden comunicou a Netanyahu que apoia um cessar-fogo em Israel

Biden comunicou a Netanyahu que apoia um cessar-fogo em Israel

Presidente dos EUA também disse que apoia o direito de Israel a 'se defender', mas pediu que civis sejam protegidos

  • Internacional | Da AFP

Biden tem evitado criticar as ações militares tomadas por Israel na Faixa de Gaza

Biden tem evitado criticar as ações militares tomadas por Israel na Faixa de Gaza

Anna Moneymaker / Getty Images via AFP - 17.5.2021

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, comunicou ao primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, nesta segunda-feira (17) que é a favor de um cessar-fogo no confronto entre israelenses e palestinos, mas se absteve de exigir abertamente uma trégua.

Leia também: Gaza: Netanyahu liga para Biden para justificar ataque a sede da AP

No telefonema com o primeiro-ministro israelense, "o presidente expressou seu apoio a um cessar-fogo e discutiu o compromisso dos Estados Unidos com o Egito e outros parceiros com esse objetivo", informou a Casa Branca.

Biden tem resistido a se juntar a outros líderes mundiais e a grande parte de seu próprio partido democrata para pedir publicamente um cessar-fogo imediato em Israel.

Em um comunicado, a Casa Branca informou que o presidente reiterou o que tem sido sua mensagem principal até agora: "seu forte apoio ao direito de Israel de se defender de ataques indiscriminados com foguetes".

O presidente americano "encorajou Israel a fazer todos os esforços para garantir a proteção de civis inocentes", segundo o comunicado.

A Casa Branca, no entanto, evitou condenar qualquer aspecto dos ataques militares israelenses em andamento, afirmando que o aliado próximo dos Estados Unidos tem o direito de responder pela força aos foguetes lançados pelo Hamas, que governa a Faixa de Gaza.

Algumas autoridades americanas sugeriram que opiniões mais críticas estão sendo transmitidas em privado.

Últimas